Altominho.tv
ALL ABOUT PORTUGAL

Povoado fortificado de Cossourado classificado monumento nacional

O povoado fortificado de Cossourado, localizado no limite entre os concelhos de Paredes de Coura e Vila Nova de Cerveira, foi classificado como monumento nacional.

O Governo aprovou, esta quinta-feira, cinco decretos que classificam ou reclassificam, como bens imóveis de interesse nacional, um conjunto de edifícios, sendo-lhes atribuída a designação de “monumento nacional“, considerando, designadamente, o interesse dos bens enquanto “testemunhos notáveis de vivências ou factos históricos”.

Entre eles está o povoado fortificado de Cossourado, ou Forte da Cidade, no lugar do Forte da Cidade, União das Freguesias de Cossourado e Linhares, concelho de Paredes de Coura, e no lugar do Monte da Cividade, freguesia de Sapardos, concelho de Vila Nova de Cerveira.

Segundo informação que consta do sítio na internet da DRCN, a “Cividade do Cossourado está situada numa área particularmente abundante em monumentos arqueológicos e, à semelhança dos restantes povoados de altura da Idade do Ferro, inseridos no contexto da denominada cultura castreja, este castro ergue-se de forma bastante destacada, com um forte domínio sobre a paisagem envolvente”.

Trata-se de “um povoado com uma área ocupacional de aproximadamente dez hectares, dotado de um sistema defensivo constituído por três linhas de muralha construídas em material pétreo da região”.

Ainda na área da classificação do património, foi aprovado em Conselho de Ministros um decreto que classificou as seis pirogas monóxilas provenientes de recolha arqueológica subaquática realizada no rio Lima, em Viana do Castelo, como conjunto de interesse nacional diversos bens móveis arqueológicos náuticos e subaquáticos, sendo-lhes atribuída a designação de “tesouro nacional“.