Altominho.tv

Masterchef Portugal viajou pela gastronomia de Ponte de Lima

Esta semana a viagem dos aspirantes a MasterChef Portugal levou-os até ao Minho, para uma competição dedicada à Chef Marlene e com três desafios baseados na sua história e na sua cozinha.

O primeiro desafio começou com uma mensagem muito importante para os aspirantes e a cozinha encheu-se de emoção. Cada aspirante tinha, na sua caixa mistério, molduras com fotografias e mensagens em vídeo de mulheres importantes na sua vida. Foi este mote que os jurados quiseram sublinhar e que serviu de ponto de partida para a prova: lembrar sempre do talento das mulheres na cozinha e da importância da igualdade nos acessos à profissão.

Nesta prova, os aspirantes formaram pares e cozinharam um prato de uma das chefes convidadas pela Chef Marlene. As convidadavas foram: Chef Justa Nobre, Chef Susana Felicidade, Chef Ana Moura, Chef Michele Marques, Chef Amaya Guterres e Chef Aurora Goy.

Cada convidada trouxe um prato e, depois de um sorteio, cada par escolheu um prato para reproduzir, sob o olhar sempre atento da sua autora. Todos os pares surpreendem os jurados com excelentes recriações, mas foi Telmo e Teresa que levaram a melhor, com a recriação de arroz de peixe e marisco da Chef Ana Moura.

No segundo desafio da semana, a cozinha do MasterChef rumou ao Minho – região de coração da Chef Marlene – até Ponte de Lima, para uma prova de equipas.

O par vencedor da prova anterior dividiu-se e cada um integrou uma equipa diferente, escolhendo o seu capitão: Teresa escolheu João e Telmo escolheu Fernanda.

Em jogo estavam dois ingredientes chave, que representam segredos minhotos, e um elemento de cada equipa teve a tarefa de os descobrir: a maçã típica e os enchidos. Mas as surpresas não ficaram por aqui! A meio da prova, Camila foi surpreendida pelo namorado e foi pedida em casamento.

Seguiu-se o almoço à beira-rio, com um menu tipicamente minhoto: polvo, truta, sarrabulho, pica no chão, leite creme e aletria.

As equipas cozinharam para 60 pessoas da região e foram as gentes da terra quem votou no menu que mais apreciaram. A equipa liderada por João saiu vencedora do desafio.

De regresso à cozinha, a equipa derrotada enfrentou mais uma prova de eliminação. O desafio foi replicar um prato da Chef Marlene. Porém, nem toda a equipa derrotada foi à prova e os jurados desafiaram Fernanda, a capitã do desafio de equipas, a escolher apenas um elemento da sua equipa para um duelo. Fernanda decidiu ir à prova com Alberto, que apresentou a réplica menos bem conseguida e abandonou a competição.