Altominho.tv
JUNTA DE FREGUESIA DE SOPO

Obras de saneamento vão arrancar na freguesia de Sopo

A Câmara de Vila Nova de Cerveira anunciou que vai arrancar, na segunda-feira, a empreitada para dotar a freguesia de Sopo de saneamento básico, num investimento de 700 mil euros.

Segundo a autarquia, “a rede de drenagem projetada de raiz prevê a construção de cerca de sete quilómetros de rede gravítica, abrangendo 230 dos 447 alojamentos (Censos de 2011), correspondente a uma cobertura de 51%”.

Com a primeira fase da empreitada – com previsão de conclusão num período de um ano -, “o serviço de recolha de águas residuais domésticas abrange, em termos de acessibilidade física, próximo dos 80% da população concelhia, ficando a faltar algumas das freguesias mais distantes da sede do concelho – Sapardos, Mentrestido, Candemil e Gondar -, assim como alguns pequenos troços identificados noutras localidades”, explica o município em comunicado.

Segundo o presidente da Câmara Municipal, Fernando Nogueira, “a conclusão da rede de saneamento no concelho, atingindo uma taxa de cobertura próxima dos 100%, tem sido um dos principais esforços, nunca desperdiçando uma oportunidade para melhorar as condições atuais e de garantir um futuro de qualidade”.

“Não sendo possível alcançar este objetivo a curto-prazo pela instalação de águas residuais nos moldes atuais (instalação física de condutas de drenagem direta nas habitações)”, o autarca admite “uma mudança de paradigma, à semelhança do que acontece em outros territórios europeus, e que se traduz na melhoria e reforço das fossas séticas com o sistema regular de recolha dos efluentes”.

A obra resulta de uma candidatura do município de Vila nova de Cerveira, em parceria com as Águas do Alto Minho, ao POSEUR [Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos].