Altominho.tv

Seis distritos do continente sob aviso laranja sexta-feira e sábado devido à chuva

O IPMA atualizou e agravou hoje os avisos meteorológicos para os próximos dias, colocando os distritos de Viana do Castelo, Braga, Aveiro, Vila Real, Porto e Viseu sob aviso laranja entre sexta-feira e sábado, devido à chuva forte.

De acordo com o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), os distritos de Viana do Castelo, Braga, Aveiro, Vila Real, Porto e Viseu vão estar sob aviso laranja devido à previsão de chuva persistente, por vezes forte, devendo registar-se os maiores valores acumulados nas zonas montanhosas.

O aviso laranja para estes seis distritos vai estar em vigor entre as 21h00 de sexta-feira e as 06h00 de sábado.

O IPMA colocou também os distritos de Viseu, Porto, Guarda, Vila Real, Viana do Castelo, Braga, Castelo Branco, Aveiro e Coimbra sob aviso amarelo devido à previsão de vento temporariamente forte com rajadas até 70 quilómetros por hora, sendo até 90 quilómetros por hora nas terras altas.

O aviso amarelo por causa do vento vai estar em vigor entre as 21h00 de sexta-feira e as 06h00 de sábado.

O IPMA colocou os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Vila Real, Viseu, Coimbra, Leiria e Lisboa sob aviso amarelo a partir das 18h00 de hoje e até às 03:00 de sexta-feira e novamente entre as 18h00 de sexta-feira e as 06h00 de sábado.

Na sexta-feira todos os distritos do continente, com exceção de Braga, Aveiro, Viana do Castelo, Vila Real, Porto e Viseu, que estão a laranja, vão estar sob aviso amarelo a partir das 00h00 e até às 06h00 de sábado por causa da chuva.

O aviso laranja é o terceiro numa escala de quatro de avisos meteorológicos e representa uma situação meteorológica de risco moderado a elevado.

Já o aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que a situação meteorológica representa risco para determinadas atividades.

O IPMA prevê a partir de hoje e pelo menos até domingo períodos de chuva, que pode ser por vezes forte, descida da temperatura máxima e vento moderado a forte nas terras altas.