Altominho.tv

Preparado plano para evacuação de aldeias em Ponte de Lima

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima disse esta quinta-feira ter sido preparado um plano para a eventual evacuação de aldeias situadas no percurso das três frentes ativas do incêndio que teve início às 00h57 em Poiares.

O comandante Carlos Lima disse à Lusa que as três frentes ativas do incêndio localizam-se nas freguesias de Poiares e Vitorino de Piães, no concelho de Ponte de Lima, tendo chegado esta manhã à freguesia de Carvoeiro, no concelho de Viana do Castelo.

De acordo com a página da Internet da Proteção Civil, pelas 14h45 aquele incêndio estava a ser combatido por oito meios aéreos, para além de 131 homens e 39 viaturas.

Carlos Lima adiantou que o intenso calor que se faz sentir é o “principal obstáculo” ao trabalho dos bombeiros, notando que o plano de evacuação, feito em articulação com a GNR, está apenas planeado caso venha a ser necessário e não foi ainda implementado. “Apesar de algum vento, o principal obstáculo são as altas temperaturas”, explicou.

O responsável observou que o incêndio tinha, ao início da tarde, “três frentes ativas não dominadas” no concelho de Ponte de Lima.

Durante a manhã de hoje, cinco meios aéreos, quatro pesados e um de coordenação, estavam a combater um incêndio que começou às 00h58, em Poiares, Ponte de Lima, passando de manhã para Carvoeiro, em Viana do Castelo, disse a proteção civil.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo, contactada pela Lusa cerca das 10h30, adiantou que o fogo tinha “uma frente ativa” e que, “para já, não há habitações em risco”.