Altominho.tv

Obras de 700 mil euros ampliam rede de drenagem de águas residuais em Viana do Castelo

A Câmara de Viana do Castelo informou hoje que vai avançar com uma empreitada de ampliação da rede de águas residuais em oito freguesias num investimento de 717 mil euros, numa parceria com a Águas do Alto Minho (AdAM).

Em comunicado enviado às redações, a autarquia explicou que o investimento “acaba de receber o visto do Tribunal de Contas”, reunindo “as condições para avançar”.

“As intervenções, divididas em dois lotes, acontecem no âmbito da parceria existente com a Águas do Alto Minho e vão decorrer nas freguesias de Cardielos, Serreleis, Torre e Vila Mou, na margem direita do rio Lima, e Mujães, Barroselas, Vila de Punhe, e Castelo de Neiva, na margem sul”, especifica a nota.

A AdAM é detida em 51% pela Águas de Portugal (AdP) e em 49% por sete municípios do distrito de Viana do Castelo (Arcos de Valdevez (PSD), Caminha (PS), Paredes de Coura (PS), Ponte de Lima (CDS-PP), Valença (PSD), Viana do Castelo (PS) e Vila Nova de Cerveira (Movimento independente PenCe – Pensar Cerveira), que compõem a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho.

Três concelhos do distrito – Ponte da Barca (PSD), Monção (PSD) e Melgaço (PS) – reprovaram a constituição daquela parceria.

A nova empresa começou a operar em janeiro, “dimensionada para fornecer mais de nove milhões de metros cúbicos de água potável, por ano, a cerca de 107 mil clientes e para recolher e tratar mais de seis milhões de metros cúbicos de água residual, por ano, a cerca de 70 mil clientes”.

Segundo a nota hoje enviada pela Câmara de Viana do Castelo à imprensa, a AdAM “tem no concelho um programa de intervenções fortíssimo, num montante global de aproximadamente seis milhões de euros no alargamento das redes de água e de saneamento”.

O município presidido pelo socialista José Maria Costa destaca ainda que “em janeiro, a Câmara Municipal de Viana do Castelo aprovou, por unanimidade, um investimento de 2,693 milhões de euros para garantir obras de ampliação da rede de drenagem de águas residuais em oito freguesias do concelho”.