Altominho.tv

Viana do Castelo reduz IMI em 2023 e abdica de quase 400 mil euros

A Câmara de Viana do Castelo aprovou a redução, em 2023, do IMI de 0,36% para 0,35% para prédios urbanos, mantendo em 0,8% a taxa para prédios rústicos, que representa uma perda de receita de quase 400 mil euros.

A proposta de redução, “em uma centésima” do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), apresentada pelo presidente da Câmara, Luís Nobre, foi aprovada com os votos favoráveis da maioria socialista (cinco elementos), da CDU (uma vereadora) e com os votos contra do PSD (dois eleitos) e do CDS-PP (uma vereadora).

Os vereadores da bancada social-democrata propuseram a redução para 0,32% e o CDS-PP para 0,30%, o que não foi acolhido.

“Estando o executivo atento às dificuldades económicas e financeiras que as famílias enfrentam devido, sobretudo, às altas taxas de juro e de inflação registadas, propõe a redução da taxa do IMI para o próximo ano”, lê-se na proposta apresentada pelo Presidente da Câmara Municipal, Luís Nobre.