Altominho.tv

Arrancou a 2ª fase da empreitada de reabilitação urbana da Sandia em Vila Praia de Âncora

Começaram já os trabalhos preparatórios para execução da passagem superior pedonal que ficará situada a norte da rotunda de acesso da A28, em Vila Praia de Âncora, ligando o Lugar da Póvoa à superfície comercial ALDI e a toda a zona poente de vila mais populosa do concelho de Caminha.

A obra está inserida na empreitada de reabilitação urbana da Sandia e Vista Alegre que teve já a concretização de diversos arruamentos e infraestruturas que beneficiaram grande parte da zona norte de Vila Praia de Âncora e corresponde a um investimento global de 991.962,05 euros + IVA.

Para Miguel Alves, Presidente da Câmara Municipal de Caminha, “neste segundo momento de investimento na zona da Sandia, o que se pretende é acabar com o isolamento pedonal de toda a população que vive na Póvoa, na zona da antiga pedreira dos ‘Aurélios’. Às vezes é mais apetecível concentrar recursos financeiros nos centros urbanos, onde toda a gente vê e aplaude as obras mas, neste caso, do que se trata é de fazer justiça com uma parte da população que, para se deslocar a pé aos comércios, à rua 5 de Outubro ou à sua praia, têm de atravessar a pé a N13 ou deslocar-se mais de um quilometro para o poder fazer em segurança. Com a passagem pedonal que já está em construção, ligamos ainda mais Vila Praia de Âncora e damos coerência a todo o espaço urbano da zona de intervenção”.

Neste momento, decorrem trabalhos de limpeza no local em que está prevista a colocação da passagem pedonal, o que poderá implicar constrangimentos na circulação da N13. Cada uma das bermas poderá ter de ser temporariamente suprimida, de forma alternada, com estreitamento da via adjacente, mas esta é a única forma de proceder para que a empreitada pode seguir o seu curso. Ao mesmo tempo, a ponte pedonal está a ser construída em estaleiro de modo a poder ser colocada sobre a via logo que estejam reunidas as condições adequadas.

A empreitada de Reabilitação Urbana – Sandia – Rede Viária e Espaço Público, Acessibilidade a Pessoas com Mobilidade Reduzida é uma obra estruturante financiada em 85% pelo FEDER, ao abrigo do Programa Operacional Regional Norte 2020, sendo a restante quantia suportada pelo Município de Caminha.

A Câmara Municipal de Caminha estima que esta 2ª fase de obra possa estar concluída até ao final do mês de julho do presente ano.