Altominho.tv

Projeto NUTRIR do Politécnico de Viana do Castelo replicado na Galiza

O Núcleo Tecnológico para a Sustentabilidade Agroalimentar (NUTRIR) ID&I, com sede na Escola Superior de Desporto e Lazer (ESDL) do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), vai ser replicado na Galiza.

O projeto piloto, que foi apresentado no Campus Terra da Universidade de Santiago de Compostela, em Lugo, vai avançar nos concelhos de Cervantes, Friol, Mondoñedo, Muras e Sober.

“Depois do sucesso do NUTRIR no Norte de Portugal, este projeto piloto na Galiza pretende intervir territorialmente em prol da sustentabilidade agroalimentar, envolvendo os agentes presentes no território” explicou o presidente do IPVC, que marcou presença na cerimónia.

Carlos Rodrigues destacou a importância destas “alianças” com a Galiza para se criarem “uniões transfronteiriças” de forma a desenvolver um plano estratégico participativo e coordenado para detetar oportunidades, captar financiamento e ativar ações em prol do desenvolvimento rural.

O NUTRIR parte do centro de investigação do IPVC CISAS – Centro de Investigação e Desenvolvimento em Sistemas Agroalimentares e Sustentabilidade – para se dedicar à transferência de conhecimento científico para alcançar melhorias no território e tem como missão a caracterização territorial, avaliação das potencialidades e condicionalismos das principais atividades agrícolas da região e a vitivinicultura e a produção animal numa perspetiva de investigação, desenvolvimento e qualificação para suporte à inovação empresarial, dinamização económica e promoção da sustentabilidade territorial.

O NUTRIR preocupa-se com territórios de baixa densidade e baixa competitividade, sendo que a presença de estruturas de ID&I com recursos humanos altamente qualificados apresenta-se como crítica para catalisar a produção primária e agroalimentar em estreita articulação estratégica com o planeamento e sustentabilidade territorial, nomeadamente com as zonas empresariais.

Novo modelo de intervenção territorial avança em cinco concelhos.

No caso dos territórios galegos, o NUTRIR pode agregar valor aos produtos agrícolas e às riquezas ambientais. NUTRIR Galiza é um projeto que responde à vocação do Campus Terra de coliderar a transformação do sector primário, em particular, no meio rural, através da formação de profissionais, a investigação aplicada e a transferência de conhecimento na região. Na sessão do projeto piloto, que contou também com a presença do coordenador do NUTRIR, Nuno Brito, foi evidenciada a necessidade de valorizar produtos, paisagens e formas de fazer que tenham resistido no tempo.

No âmbito do projeto foram avançadas ainda as capacidades produtivas destes municípios nos setores da carne, do mel, da horta, da vitivinicultura, do queijo, do cereal, da castanha e dos cogumelos. A estas áreas específicas somam-se áreas transversais no eixo da nutrição e da educação medico-ambiental.

Esta iniciativa exige também o envolvimento dos atores territoriais e administrações públicas.

O NUTRIR Galiza surge assim como um novo modelo de intervenção territorial de um ponto de vista que conjuga as capacidades do Campus Terra da Universidade de Santiago de Compostela e do IPVC no meio rural.