Altominho.tv

Requalificados três trilhos pedestres em Valença

Os trilhos pedestres da Veiga da Mira, da Insua do Crasto e de Mosteiró foram alvo de requalificação e já podem ser percorridos no concelho de Valença.

Segundo o município, “tratam-se de 31 kms que foram remarcados, com nova sinalética orientativa, que possibilita a realização destes percursos”.

Nas freguesias de Cristelo Côvo e São Pedro da Torre, foi requalificado o trilho pedestre da Veiga da Mira, um percurso circular de pequena rota, com uma distância de 10,9 kms e uma duração média de quatro horas.

O percurso tem início no Parque de Lazer da Senhora da Cabeça, onde também termina, e “percorre uma zona próxima do rio Minho rica em avifauna”. O ponto central do percurso é “a incursão no Biótipo da Veiga da Mira, uma das mais importantes reservas naturais da bacia do rio Minho”.

Entre as freguesias de Friestas e Verdoejo, junto ao rio Minho, encontra-se o trilho da Insua do Crasto, um percurso circular, com 8,2 km e tempo médio de 2h30, que recorda “trilhos de guardas fiscais e contrabandistas” e apresenta “património edificado de grande valor”.

Já o trilho pedestre de Mosteiró começa e acaba na Igreja Matriz de Cerdal e desenvolve-se próximo ao ribeiro Mira, entre cascatas, velhos moinhos, o Convento de Mosteiró e núcleos rurais, pelas freguesias de Cerdal e Taião. Com uma distância total de 12 kms, o percurso é circular e tem uma duração estimada de 4h30.

O objetivo desta intervenção “financiada pelo Norte 2020, através do projeto Greenways”, é “diversificar e reforçar a oferta de turismo de natureza ativo”, refere a autarquia.