Altominho.tv

Pulseira eletrónica para homem de 52 anos por violência doméstica em Arcos de Valdevez

O Tribunal de Arcos de Valdevez aplicou a um homem de 52 anos, entre outras medidas de coação, a pulseira eletrónica por exercer “reiteradamente violência física, sexual e psicológica sobre a namorada de 48 anos”, informou hoje a GNR.

Em comunicado, o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo adiantou que o homem ficou sujeito a afastamento e proibição de contacto com a vítima, controlado por pulseira eletrónica, e sujeição a tratamento de consumo de bebidas alcoólicas.

A detenção, efetuada na sexta-feira pelo Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), resultou de uma investigação por violência doméstica.