Altominho.tv

Maurício Antunes da Silva é o candidato da Iniciativa Liberal em Viana do Castelo

O coordenador-geral do Núcleo Territorial da Iniciativa Liberal em Viana do Castelo, Maurício Antunes da Silva, é o candidato do partido à presidência do município, que apresenta Ivone Marques como cabeça-de-lista à Assembleia Municipal.

A Iniciativa Liberal anunciou este domingo, em comunicado, os dois nomes às eleições autárquicas deste ano, que se deverão realizar em setembro ou outubro.

Segundo a mesma nota, o candidato à Câmara Municipal de Viana do Castelo, Maurício Antunes da Silva, de 37 anos, é formado em Produção e Especialização em Qualidade e Melhoria Contínua e tem desenvolvido o seu percurso profissional na indústria, enquanto a ex-jornalista Ivone Marques, de 49 anos, é professora.

Sob o lema “Viana com Voz, Viana com Futuro”, a candidatura da Iniciativa Liberal propõe-se “devolver a voz a todos os cidadãos de Viana do Castelo, frequentemente ignorados pela autarquia sempre que decisões estruturantes são tomadas, como foi o caso da adesão à Águas do Alto Minho ou da prospeção de lítio que se adivinha para a Serra D’Arga”.

Citado no comunicado divulgado, Maurício Antunes da Silva afirma entrar na corrida ao município do Alto Minho para “dinamizar o concelho, trazer vida e esperança e desenvolver a economia de um município estagnado pelo socialismo”.

“A nossa campanha será focada em ideias e mensagens para melhorar a vida de todos os que residem no nosso concelho, e não em ataques pessoais, políticos ou partidários”, garante o candidato da Iniciativa Liberal.

Nas eleições autárquicas deste ano haverá mudança na liderança municipal em Viana do Castelo.

Na capital de distrito, o socialista José Maria Costa, sucessor do antigo autarca Defensor Moura, termina 12 anos consecutivos como presidente da câmara e pretende passar o testemunho a Luís Nobre, vereador com os pelouros do Planeamento e Gestão Urbanística, Reabilitação Urbana, Desenvolvimento Económico, Mobilidade, Coesão Territorial e Turismo.

O PSD apresenta-se a sufrágio coligado com o CDS, numa lista liderada pelo social-democrata Eduardo Teixeira, economista de 48 anos, que pela segunda vez concorre à Câmara Municipal de Viana do Castelo, nas mãos do PS desde 1994.

Em 2017, o PS recandidatou, pela última vez, o socialista José Maria Costa, que venceu com 53,68% votos e aumentou para seis o número de mandatos autárquicos. Já o PSD apresentou o professor Hermenegildo Costa, que somou 21,25% votos e perdeu um dos três mandatos que os social-democratas detinham. A CDU segurou o único lugar no executivo municipal, com 8,11% dos votos.