Altominho.tv

Desemprego diminuiu em junho no concelho de Caminha, travando subida desde o início da pandemia

Após quatro meses sempre a subir, o número de desempregados registado no concelho de Caminha diminuiu em junho, face a maio. É a primeira vez que isso acontece desde o início da pandemia de Covid-19.

Segundo os dados do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), o número de desempregados inscritos subiu 57% entre fevereiro e maio deste ano, mas, pela primeira vez este ano, de maio para junho, o número de desempregados no concelho diminuiu cifrando-se, neste momento, em 463 registos.

Apesar desta redução face ao mês anterior, em termos homólogos, isto é, em relação a junho de 2019, verifica-se um incremento acentuado. De acordo com o município, em igual período no ano passado, havia 294 desempregados no concelho.

Para a autarquia, “o número é bastante superior ao verificado no mesmo mês do ano passado, mas reflete já o movimento de retoma económica iniciado em finais de maio e princípios de junho, o esforço das empresas e do comércio local e as campanhas de promoção efetuadas pelo município”.

“Nunca há números bons quando falamos de pessoas desempregadas, mas é justo assinalar o facto de estarmos a inverter a tendência de crescimento do desemprego no concelho de Caminha, graças ao trabalho que vem sendo feito pela população, as empresas e as instituições para fazermos de Caminha um destino de confiança”, sublinha o presidente da Câmara Municipal de Caminha, citado na nota enviada à imprensa.

Miguel Alves lamenta o impacto da pandemia na economia do concelho, “depois de seis anos a aumentar radicalmente o número de turistas e de proveitos”, mas está confiante que o verão possa ajudar a mitigar alguns efeitos económicos da situação.

“Todo o trabalho que fizemos de controlo da pandemia e todo o empenho que colocamos na promoção do concelho como um destino seguro, divulgando o que temos para oferecer e preparando as nossas infraestruturas, começam agora a ter resultados no emprego e na economia”, acrescenta o autarca.