Altominho.tv

Circulação sem restrições por via terrestre entre França e Portugal só será possível a partir do dia 1 de julho

França anunciou a reabertura a 15 de junho, levantando as restrições à circulação dentro das fronteiras internas da Europa (terrestre, aérea e marítima), mantém ainda as restrições nas fronteiras com Espanha até dia 21 de Junho.

Numa declaração conjunta, o Ministério do Interior e o Ministério dos Negócios Estrangeiros de França confirmaram a reabertura progressiva das fronteiras, o que também será feito de acordo com as modalidades que foram estabelecidas a nível europeu.

A partir de 15 de junho, pessoas de países do espaço europeu (Estados-membros da UE, Andorra, Islândia, Liechtenstein, Mónaco, Noruega, São Marinho, Suíça e Vaticano) poderão entrar no território francês sem restrições relacionadas à luta contra a covid-19, como acontecia antes de 18 de março de 2020“, indicaram os dois ministérios. Os viajantes não terão que apresentar uma declaração justificando a viagem, nem terão que ficar em quarentena à chegada.

A restrição no entanto permanece, como anunciado anteriormente, em relação a Espanha até 21 de junho.

A situação na fronteira franco-espanhola mantém-se até 21 de junho tal como está hoje, com restrições em ambos os sentidos”, explicou o governante francês, Christophe Castaner, enquanto o homólogo espanhol, Fernando Grande-Marlaska recusou indicar uma data exata para o levantamento das restrições, referindo apenas que “a previsão mantém-se para 01 de julho”.

A fronteira entre Espanha e Portugal também deverá manter-se encerrada até 30 de junho, apesar de a Comissão Europeia ter defendido na quarta-feira que as fronteiras internas da União Europeia devem ser reabertas se possível já na segunda-feira dia 15 de junho, dada a evolução da pandemia covid-19.

A partir de 01 de julho, França reabre as fronteiras externas ao Espaço Schengen, seguindo a recomendação da Comissão Europeia, embora o vá fazer de forma progressiva, dependendo da situação sanitária do país.