Altominho.tv

Alto Minho com 75 casos confirmados de Covid-19

O número de infetados com Covid-19 na região do Alto Minho subiu para 75 e há registo de duas mortes, segundo dados da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), hoje publicados pelo município de Paredes de Coura.

O vereador da Câmara de Paredes de Coura, Tiago Cunha, adiantou à Altominho TV que “os números relativos ao distrito são registados pela ULSAM e expressam a realidade do dia anterior [28 de março]”. 

Numa publicação na página de Facebook do município, consta também o número de casos confirmados no concelho de Paredes de Coura. Tiago Cunha refere que os dados relativos aos concelhos “devem ser interpretados como a origem concelhia das pessoas englobadas nos números distritais” e acrescenta que “podem existir pessoas, de cada um dos concelhos, diagnosticadas ou em tratamento em instituições de saúde que não a ULSAM e que não estão indicados nestes dados”.

De acordo com o relatório divulgado este domingo pela Direção-Geral da Saúde, o concelho de Viana do Castelo é o que continua a apresentar maior número de infetados, com 33, seguido de Arcos de Valdevez, com nove. Os concelhos de Ponte de Lima e Caminha têm cada um três casos confirmados.

O município de Monção confirmou, este sábado, o quarto caso de infeção pelo novo coronavírus no concelho. Segundo informação avançada pelo presidente da Câmara, António Barbosa, este novo caso “não tem ligação com os anteriores”.

“A pessoa em causa está isolada, acompanhada e monitorizada pelas autoridades sanitárias, tendo-se já procedido à realização do rastreio das pessoas com quem manteve contacto direto, as quais estão identificadas e devidamente sinalizadas, encontrando-se em período de quarentena”, adianta a autarquia.

Os restantes concelhos do Alto Minho não constam na lista da DGS, que apenas reporta 75% dos casos já confirmados, mas há também casos de infeção em Melgaço (3), Paredes de Coura (2), Valença (2), Ponte da Barca (1) e Vila Nova de Cerveira (1).

Neste último município, o primeiro caso positivo foi confirmado este domingo pela autarquia. O presidente da Câmara de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira, informou que é desconhecida a identificação da pessoa e a freguesia a que pertence. “Dado o historial conhecido, suspeitamos que possa tratar-se de um caso anteriormente sinalizado em Mentrestido”, referiu o autarca no comunicado enviado à imprensa.

DIREÇÃO-GERAL DA SAÚDE