Simulacro de colisão de avião com ferry em Caminha põe à prova mais de 100 operacionais

Mais de cem operacionais portugueses e galegos vão testar a resposta a um acidente entre um avião de combate a fogos, durante a operação de recolha água no Rio Minho, e o ferryboat que liga Caminha e A Guarda.

Em comunicado, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Viana do Castelo adiantou hoje que o exercício, marcado para sexta-feira, às 10:00, em Caminha, pretende simular “um acidente entre uma aeronave que se encontra a realizar operações de ‘scooping’ no Troço Internacional do Rio Minho (TIRM) e o ferryboat que opera entre aquela vila do Alto Minho e localidade galega de A Guarda, permitindo testar todas as ações de salvamento e socorro necessárias”.

No total, estarão envolvidos 106 operacionais, de 16 entidades com responsabilidade em matérias de proteção civil e de busca e salvamento em águas de jurisdição marítima, e o exercício prevê que seja acionado o ARIEM-112 que dispõe de uma plataforma informática, através da qual são feitos os pedidos de ajuda internacional e acionados os meios inseridos nessa plataforma.

O simulacro, realizado pelo CDOS de Viana do Castelo e pela capitania do porto de Caminha, contará com a participação da Comandância Naval do Minho e a Agência Galega de Emergências (AXEGA).

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com