Arcos de Valdevez reforça abastecimento de água no Soajo e em Cabana Maior

A Câmara de Arcos de Valdevez vai investir mais de 960 mil euros no reforço do abastecimento de água à vila do Soajo e à freguesia de Cabana Maior, como consta do concurso hoje publicado em Diário da República.

De acordo com o anúncio, a empreitada de reforço do abastecimento de água, em alta, ao sistema do Mezio a partir de Ermelo tem um prazo de execução de um ano.

Contactado pela agência Lusa, o presidente da Câmara de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, disse tratar-se de uma obra “muito importante para acabar com a falta de água às populações daquelas zonas de montanha do concelho”.

“Pela sua dimensão, esta obra irá permitir aumentar a quantidade de água que chega às torneiras de mais de duas mil pessoas no Soajo e, em Cabana Maior, fazendo a ligação do subsistema de abastecimento de água de São Jorge ao sistema integrado gerido pela empresa Águas do Norte”.

João Manuel Esteves referiu que os trabalhos deverão começar dentro de seis meses, sendo que aquele investimento será candidatado ao Programa Operacional para a Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR), no âmbito da nova empresa regional Águas do Alto Minho, formalizada em janeiro.

Em causa está a Águas do Alto Minho, empresa de gestão das redes de água, em baixa, e do saneamento, detida em 51% pela Águas de Portugal (AdP) e, em 49%, por sete municípios do distrito de Viana do Castelo que compõem a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho. Dos dez concelhos do distrito de Viana do Castelo, três – Ponte da Barca, Monção e Melgaço – chumbaram a constituição daquela parceria.

Em janeiro, a empresa Águas do Norte consignou uma obra de 2,5 milhões de euros para abastecimento de água a várias freguesias de Arcos de Valdevez e tem, em conclusão, uma outra, no valor de mais 1,2 milhões de euros.

A obra consignada em janeiro pretende assegurar a “ligação de Jorge a Vilar de Lobos, Vilarinho do Souto e Ermelo e A ligação de Morilhões ao Vale”. “Esta obra irá permitir o abastecimento aos habitantes residentes nos lugares de Vilar de Lobos, Gração, Vilarinho do Souto e Igreja, das freguesias de Ermelo, São Jorge e Vale, permitindo a futura adução à freguesia de Soajo”, especificou, na altura, o município do distrito de Viana do Castelo.

A obra “contempla cerca de 15,6 quilómetros de condutas, quatro reservatórios e duas estações elevatórias de água”.

Atualmente, a Águas do Norte ainda em fase de “conclusão” a “ligação do subsistema de abastecimento de água de São Jorge ao sistema sudoeste do concelho, o que permitirá reforçar e assegurar o fornecimento de água a todo o subsistema entre Tabaçô e Jolda Madalena”.

Fonte: Lusa

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com