Altominho.tv

Projeto CTC Lima-Límia-Cavado leva comitiva portuguesa a visitar Centro de Estágios de Alto Rendimento em Ourense

Uma comitiva composta por técnicos provenientes dos Municípios da CIM Alto Minho e da CIM Cávado, de alguns clubes/associações e empresas hoteleiras com interesse na área náutica realizou, no passado dia 13 de dezembro, uma missão empresarial a um Centro de Estágios de Alto Rendimento/Modalidade de Remo, na província de Ourense, informou a CIM Alto Minho em comunicado.

A iniciativa inseriu-se no âmbito do projeto CTC Lima-Límia-Cavado, que está a ser desenvolvido em parceria entre a CIM Cávado, a CIM Alto Minho e a Província de Orense (INORDE) e que é financiado pelo programa de cooperação transfronteiriço POCTEP.

“O Centro de Estágios de Alto Rendimento de Ourense é considerado um exemplo de boa prática empresarial pela partilha de sinergias, que integra, a partir das condições naturais existentes (o rio Minho) e dos equipamentos já construídos (um hotel, ginásio, etc.), a promoção de um Centro de Remo de nível mundial, atualmente procurado para estágios pelas principais seleções olímpicas, permitindo combater a sazonalidade da atividade turística e a rentabilização de infraestruturas e equipamentos. Esta atividade contou ainda com uma visita ao Centro de Cultura Popular Xaquin Lorenzo e com uma reunião da parceria”.

No âmbito do projeto CTC Lima-Límia-Cavado está previsto um conjunto de atividades que pretendem consolidar as estratégias transfronteiriças de cooperação.

“Pretende-se que esta cooperação institucional se traduza numa melhoria da qualidade de vida dos habitantes do espaço transfronteiriço, através da gestão conjunta e partilhada dos serviços prestados pelos parceiros, favorecendo-se a transferência ou o intercâmbio de experiências, conhecimentos, metodologias, instrumentos, entre outros”, informou ainda a CIM Alto Minho.

Irá promover-se ainda um conjunto de missões empresariais, “na qual se inseriu esta primeira atividade, com o objetivo de aproximar, reforçar e consolidar a cooperação empresarial neste território transfronteiriço”.