Altominho.tv

Escola Superior Agrária debate preocupações ambientais e económicas em dia de aniversário

Fundada em 1985, a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo  assinala o seu 37.º aniversário na próxima quarta-feira, 23 de novembro, com uma série de iniciativas que pretendem evidenciar o papel preponderante que a Escola tem numa área de assumida relevância na região.

As cerimónias decorrem no auditório Professor Eugénio Castro Caldas, na ESA-IPVC, em Ponte de Lima, a partir das 14h30.

A diretora da ESA-IPVC, Isabel Valín, defende que a Escola Superior Agrária servirá como ponto de encontro e de partilha de ideias, na busca de soluções para problemáticas concretas: “A Zendal, a Navigator e a AGROS têm de identificar as competências que consideram fundamentais que os diplomados tenham para dar resposta aos desafios nos setores que operam, ao nível da biotecnologia, florestal e do setor leiteiro. Já a CIM Alto Minho terá de identificar os constrangimentos do território, ou seja, o que será necessário existir a nível de inovação e de desenvolvimento para se responder aos desafios atuais. Depois teremos alguém que se dedica à formação e à consultoria no mundo rural como José Martino”.

Antes do bolo comemorativo do 37.º aniversário da ESA-IPVC, serão assinados vários protocolos com a Câmara Municipal de Ponte de Lima, a FERA – Federação Nacional das Associações das Raças Autóctones, a ALAR – Associação Limiana dos Amigos dos Animais de Rua e a Zendal, com o propósito de alavancar a formação dos estudantes num contexto profissional.