Altominho.tv

Investimento 2,5 ME em complexo turístico cria 15 empregos em Arcos de Valdevez

Um casal de ex-emigrantes na Suíça vai investir na terra natal, Arcos de Valdevez, 2,5 milhões de euros e criar 15 postos de trabalho, num empreendimento de alojamento e restauração, disse o presidente da câmara.

Contactado pela agência Lusa, a propósito da aprovação, pela autarquia do distrito de Viana do Castelo, do projeto do novo complexo turístico, João Manuel Esteves disse que a construção vai iniciar-se este ano.

“O investimento rondará os 2,5 milhões de euros, numa fase inicial. Está previsto, também em termos iniciais, a criação de 15 postos de trabalho, com tendência a aumentar”, destacou.

O autarca social-democrata congratulou-se com o “repatriamento de dinheiro” que o casal de ex-emigrantes está a concretizar.

“O casal já tem grande empreendimento comercial e industrial instalado numa zona industrial do concelho e agora vai investir na área do alojamento e restauração”, enfatizou.

Para João Manuel Esteves, este investimento “vem dar sentido à política que a câmara municipal tem implementado de proximidade com a diáspora, em termos culturais, mas também de investimento e dinamização económica no concelho”.

“É investimento que cria postos de trabalho e riqueza em Arcos de Valdevez”, sublinhou.

O empreendimento turístico de quatro estrelas vai nascer no lugar de Vilar, freguesia de Paçô.

O conjunto turístico incluiu “restaurante, hotel-apartamento com a capacidade máxima de 32 camas fixas/utentes, distribuídas por 10 unidades de alojamento (quatro apartamentos T1, um adaptado a utentes com mobilidade condicionada) e um parque de campismo, com área para 16 caravanas – e capacidade para 32 caravanistas e seis utentes”.

João Manuel Esteves adiantou que o novo empreendimento, vem “reforçar a dinâmica do turismo e a capacidade do concelho em receber visitantes, com oferta diversificada”.

“São ex-emigrantes que investem na sua terra e que, dessa forma, estão a dar o seu contributo ao crescimento económico do concelho”, observou.
Atualmente, segundo dados avançados pelo autarca, Arcos de Valdevez “dispõe de alojamento para cerca de 1.600 pessoas”.

João Manuel Esteves adiantou estar prevista para este mês a abertura do solar setecentista de Requeijo, transformado em hotel de cinco estrelas, num investimento de 4,1 milhões de euros que vai criar 35 postos de trabalho.

A nova unidade hoteleira do grupo Luna Hotels & Resorts, a segunda daquele operador turístico em Arcos de Valdevez é “composta por 27 quartos e suites”.

Doze quartos estão localizados no edifício principal do solar, classificado como Imóvel de Interesse Público e construído em finais do século XVII.

Os restantes 15 quatros foram criados nos terraços do solar, um imóvel complementar, de estilo contemporâneo, ligado ao principal por passagens subterrâneas.