Altominho.tv

Paredes de Coura com dois dias de luto municipal pela morte do padre Manuel Lemos

O município de Paredes de Coura decretou luto municipal para esta quinta e sexta-feira, com colocação da bandeira a meia-haste pela morte do padre Manuel de Oliveira Lemos, pároco das freguesias de Cunha, Agualonga e Rubiães, vítima de doença prolongada.

“O exercício das funções pastorais por mais de trinta anos teve o mérito reconhecido com a medalha de mérito prateada atribuída em 10 de agosto de 2013 pelo município de Paredes de Coura”, lê-se na na nota de pesar assinada pelo presidente de Câmara, Vitor Paulo Pereira.

Uma dedicação que atravessou sucessivas gerações, dado que o padre Manuel Lemos “desempenhou funções de professor da disciplina de Educação e Moral Religiosa Católica na Escola Secundária de Paredes de Coura, desde os anos 80 e até à recente reforma, marcando a formação de muitas gerações de jovens courenses com os quais sempre se manteve próximo, cultivando amizade e admiração”.

O padre Manuel Lemos teve também “particular importância no plano social e desportivo uma vez que, enquanto jovem pároco, foi um incontornável ponta de lança do Sporting Clube Courense por várias épocas e, depois de terminar a sua carreira desportiva como jogador, manteve-se sempre fervoroso adepto e incansável entusiasta”, acrescenta o despacho do município, que destaca do ponto de vista humano “a sua personalidade dinâmica, o seu bom humor, a gargalhada contagiante e a extrema bondade que deixa uma marca forte na nossa comunidade”.

Manuel de Oliveira Lemos nasceu a 9 de dezembro de 1954, em Paradamonte, freguesia de Britelo, concelho de Ponte da Barca. Em outubro de 1965 entrou para o Seminário de Nossa Senhora da Conceição em Braga e, seguidamente, frequentou o Seminário Conciliar de Braga, onde tirou o Curso Superior dos Seminários Diocesanos de Braga, tendo sido ordenado sacerdote em 22 de julho de 1979.

A 16 de outubro de 1983 tomou posse como pároco de Cunha, Agualonga e Rubiães onde exerceu até à presente data.