Altominho.tv

Terceira zona industrial de Paredes de Coura vai nascer na freguesia de Linhares

A Câmara de Paredes de Coura vai investir na criação de uma nova zona industrial na freguesia de Linhares, a terceira do concelho que terá também ligação à Autoestrada 3 (A3).

“Neste momento, já temos um grande investimento quase fechado que começará a ser implantado em outubro deste ano na Zona Industrial de Linhares, junto à nova ligação da A3″, afirmou o presidente da Câmara, Vitor Paulo Pereira.

Durante a cerimónia evocativa do Dia do Município, o autarca sublinhou que a zona industrial de Linhares é “a resposta às novas necessidades criadas pela fábrica de vacinas”.

A nova fábrica da farmacêutica espanhola Zendal, em construção em Paredes de Coura, num investimento de 15 milhões de euros, vai começar a produzir vacinas em dezembro, com um quadro inicial de 30 pessoas.

“Muitas das fábricas que fornecerão a Zendal, em Formariz, serão instaladas na nova zona industrial de Linhares”, adianta Vitor Paulo Pereira, acrescentando que “até ao final de 2022, mais três fábricas nascerão no parque Empresarial de Formariz, onde se prevê a criação de mais 300 postos de trabalho”.

O autarca recordou que 2022 será o ano da conclusão da nova ligação do parque empresarial de Formariz à A3, “o maior investimento que o Governo fez, nos últimos anos, num só concelho do Alto Minho”.

Além deste investimento de nove milhões de euros, a Câmara de Paredes de Coura está a finalizar o novo projeto de ligação do Parque Empresarial de Formariz ao Parque Empresarial de Castanheira”, que terá um valor de seis milhões de euros e será financiado por fundos comunitários.

“Esta obra aumentará a competitividade do Parque Empresarial de Castanheira e aproximará a população das freguesias de Castanheira, Cunha, Bico, Cristelo e Vascões ao nó de Sapardos”, avançou Vitor Paulo Pereira, argumentando que com a ligação entre os dois parques empresariais “acabarão alguns constrangimentos rodoviários, será retirado o trânsito de pesados do centro da vila e aumentará a segurança rodoviária”.