Altominho.tv

GNR apreende 1200 quilos de bivalves em Valença

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu esta sexta-feira, na autoestrada A3, em Valença, 1,2 toneladas de bivalves, no valor de cerca de 8371 euros.

Em comunicado, a GNR refere que a apreensão de “168,5 quilos de amêijoa japonesa imatura (Ruditapes Philippinarum), e de 979,5 quilos de pé-de-burro (Vênus verrucosa)” ocorreu durante uma ação de fiscalização rodoviária.

“Os militares detetaram um veículo com excesso de carga que fazia o transporte de amêijoa japonesa, que não possuía o tamanho mínimo legal para comercialização e captura, nomeadamente quatro centímetros, e pé-de-burro, cuja apanha se encontra proibida”, refere aquela força policial.

Segundo a GNR, a captura dos bivalves, sem depuração ou controlo higiossanitário, pode colocar em causa a saúde pública, caso sejam introduzidos no consumo, devido à possível contaminação com toxinas. “O documento comprovativo da origem do bivalve é fulcral para a prevenção da introdução de forma irregular no consumo”, alertam.

Na operação, a GNR identificou um homem de 29 anos, sendo elaborado o respetivo auto de contraordenação por transporte de espécies bivalves em estado imaturo e por falta de rastreabilidade, infração punível com coima que pode ultrapassar os 37 mil euros. Foi ainda elaborado um auto de contraordenação por excesso de carga.

Os bivalves apreendidos aguardam por inspeção higiossanitária.