Altominho.tv

Confirmados dezoito casos e cerca de 400 pessoas em vigilância no Alto Minho

O número de infetados com Covid-19 em toda a região do Alto Minho subiu para 18, de acordo com o balanço feito este sábado.

De acordo com a notícia avançada pelo Jornal de Notícias, os casos confirmados estão “espalhados um pouco por todos os concelhos“, sendo que “não foi registado nenhum foco” com maior aglomeração de pessoas infetadas.

Segundo a mesma notícia, haverá no Alto Minho “cerca de 400 pessoas em vigilância ativa“.

Neste momento, as autoridades de saúde consideram que o território do Alto Minho, que geograficamente corresponde ao distrito de Viana do Castelo e abrange dez concelhos (Viana do Castelo, Ponte de Lima, Arcos de Valdevez, Paredes de Coura, Ponte da Barca, Melgaço, Monção, Valença, Caminha e Vila Nova de Cerveira), “está contido e a ser monitorizado“.

Recorde-se que os primeiros casos na região foram registados em Monção, Viana do Castelo e Arcos de Valdevez.

Portugal elevou hoje para 12, o número de mortes e regista 1.280 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado este sábado, há 644 casos confirmados na região Norte, 448 na região de Lisboa e Vale do Tejo, 137 no Centro do país, 31 no Algarve, cinco na Madeira, três no Alentejo e três nos Açores. Há ainda nove casos confirmados em pessoas com residência no estrangeiro, número que se manteve inalterado nos últimos dias.

No boletim, sobressai o número de pessoas a aguardar resultado laboratorial: 1.059. O número de casos suspeitos é 9.854 e cinco pessoas já recuperaram.

Ao todo, há 156 pessoas internadas e o número de pacientes em unidades de cuidados intensivos subiu para 35 (na sexta-feira eram 26).