Altominho.tv
CM VIANA DO CASTELO

Primeiro troço de acesso rodoviário ao porto de Viana do Castelo abre na 5ªfeira

O primeiro troço do novo acesso rodoviário ao porto de mar de Viana do Castelo, entre as freguesias de Vila Nova de Anha e Chafé, vai abrir, de “forma provisória” ao trânsito, na quinta-feira.

Em comunicado enviado esta quarta-feira à imprensa, o município adiantou estarem em curso os trabalhos de preparação dos outros troços daquele acesso da Zona Industrial de Neiva (A28) ao porto de Mar de Viana do Castelo.

“A programação de aberturas está a ser articulada com a regularização do trânsito interno das freguesias afetadas pela intervenção, nomeadamente Vila Nova de Anha, Chafé, Castelo do Neiva e São Romão de Neiva”, explica a autarquia.

Em causa está a construção, iniciada em fevereiro de 2019, de uma rodovia com 8,8 quilómetros, que ligará o porto comercial ao nó da Autoestrada 28 (A28) em São Romão de Neiva, permitindo retirar o tráfego de pesados do interior de vias urbanas.

Num investimento de 7,3 milhões de euros, os novos acessos, reivindicados há mais de quatro décadas, terão duas faixas de rodagem de 3,5 metros de largura.

A obra, é financiada pela Câmara de Viana do Castelo e pela Administração dos Portos do Douro, Leixões e Viana do Castelo (APDL).

A empreitada “inclui a requalificação de um troço e das bermas da Estrada Nacional (EN) 13 e a construção de dois novos troços a ligar esta estrada nacional à A28, com acesso direto ao porto comercial”.

A nova via “pretende descongestionar as vias urbanas do tráfego de veículos pesados, retirando da antiga EN 13 e do interior da freguesia de Darque o tráfego de pesados de e para o porto de mar”.

“Este investimento pretende atrair novas atividades económicas para a área de influência do Porto, reduzir os custos operacionais inerentes aos tempos de ligação rodoviária do Porto aos principais polos de atividade, reduzir o ruído e as emissões poluentes, aumentar a segurança da circulação, e contribuir para o descongestionamento da circulação rodoviária, retirando o tráfego pesado das vias urbanas”, sustenta o município.

O porto de mar de Viana do Castelo “tem uma capacidade instalada para movimentar cerca de 900.000 toneladas de carga por ano” e é considerado “um elemento âncora para o desenvolvimento da região, assumindo-se como uma plataforma de internacionalização do tecido económico, sendo fator de atratividade de novas empresas e indústrias que se queiram instalar no Alto Minho”.

“Os acessos rodoviários ao porto de mar são fundamentais para o reforço da capacidade operacional e para garantir o crescente aumento de movimento do porto comercial de Viana do Castelo, em especial nas exportações, derivado da dinâmica comercial das empresas instaladas na região”, especifica a autarquia.