Altominho.tv

Paredes de Coura promove feira para trocar sementes e plantas locais

Paredes de Coura promove, pelo 6.º ano consecutivo, a troca de sementes e de plantas locais, muitas delas em vias de extinção.

A Feira Anual da Troca de Sementes, marcada para o dia 22 de fevereiro, é uma iniciativa do município de Paredes de Coura e da Associação Quinta das Águias, em parceria com o Agrupamento de Escolas do concelho, e pretende, além de promover a troca de sementes e plantas autóctones, sensibilizar a população para a necessidade da sua preservação. 

Em comunicado, o presidente da Câmara, Vítor Paulo Pereira, afirma que “a progressiva perda de variedades genéticas de muitas sementes constitui um perigo para a humanidade, porque muitas dessas variedades eram mais resistentes a pragas e doenças”. Além disso, o autarca sublinha que a preservação da biodiversidade biológica e o incremento de formas sustentáveis de produção de alimentos contribuem para uma “alimentação mais saudável” e um “modo de produção mais justo”.

Na lista das variedades de sementes e plantas que estão a desaparecer está, por exemplo, a couve, da qual existiam 544 variedades e atualmente apenas restam 28. Das 288 variedades de beterraba, só existem 17, de 158 variedades de couve-flor restam nove e de 55 variedades de couve-rábano, restam apenas três. 

A Feira Anual de Troca de Sementes vai acontecer a partir das 14h30, no Museu Regional de Paredes de Coura. O programa inclui também, pelas 10h00, um workshop de plantas silvestres na culinária com Rita Roquette, bem como animação e lanche com a colaboração da Associação Cultural de Vascões.

A sexta edição do evento já arrancou esta semana com a dinamização de ações de sensibilização, na Quinta das Águias, onde os alunos têm contacto com uma grande diversidade de sementes e ervas aromáticas, aprendendo o papel das sementes na biodiversidade e na alimentação.

A iniciativa está inserida no projeto Terra, orientado pelo Agrupamento de Escolas de Paredes de Coura, em parceria com o município e a Associação Quinta das Águias, que desafiou os alunos do 5º e 6º anos a recolher todas as sementes do concelho, colocando-as no Banco de Sementes Regionais que iniciaram, tornando-se “Guardiões de Sementes”.