Altominho.tv

Ponte da Barca investe mais de 660 mil euros na requalificação de edifício histórico

A Câmara Municipal de Ponte da Barca vai investir mais de 600 mil euros na requalificação e refuncionalização da casa de Santo António do Buraquinho, no centro histórico daquela vila, informou hoje a autarquia.

Em comunicado, o município presidido pelo social-democrata Augusto Marinho adiantou ter sido assinado, na terça-feira, o auto de consignação da obra à empresa que venceu o concurso público, lançado em agosto. 

A obra “prevê a ocupação do piso térreo do edifício com o arquivo municipal e, nos níveis superiores, a requalificação do auditório como sala de espetáculos e dotação de espaços como cafetaria, camarins, alas expositivas que garantam uma melhor fruição do conjunto como centro de atividades culturais”.

“Estão assim criadas as condições para dar início a esta empreitada há muito necessária e que trará novas condições para o usufruto deste importante equipamento”, afirmou o autarca, Augusto Marinho, citado na nota enviada à imprensa.

Segundo aquela nota, “a empreitada envolve um investimento total de 663.856,22 euros, estando definido como prazo máximo para a execução dos trabalhos 330 dias”.

A casa de Santo António do Buraquinho data da “segunda metade de setecentos, está dotado de uma fachada longa, e varandas com cachorradas de rolos e com gradeamentos neoclássicos, possuindo, também, uma capela lateral com retábulo da época”.

A intervenção que agora vai avançar foi anunciada, em março de 2017, pelo anterior executivo de Ponte da Barca, de maioria socialista, no âmbito de um investimento global de dois milhões de euros em regeneração urbana.

Na altura, o executivo revelou que aquele investimento, financiado por fundos comunitários do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), previa nove empreitadas de regeneração urbana a realizar em espaços públicos e em património edificado.

Entre elas figurava a requalificação e refuncionalização do edifício Santo António do Buraquinho, um investimento superior a 357 mil euros.