Altominho.tv

Social-democrata Manuel Lopes assume presidência da Câmara de Valença

Manuel Lopes assumiu a presidência da Câmara de Valença, no distrito de Viana do Castelo, substituindo no cargo Jorge Mendes, que foi eleito deputado do PSD pelo Alto Minho nas eleições legislativas de outubro, informou hoje a autarquia.

Manuel Lopes, número dois da lista que concorreu às eleições autárquicas de 2017, desempenhou até agora as funções de vice-presidente da autarquia.

Contactada hoje pela agência Lusa, fonte do município adiantou que Manuel Lopes assumiu a liderança da autarquia, na quinta-feira, presidindo pela primeira vez à sessão ordinária da autarquia, tendo decidido, face àquela alteração, reestruturar os pelouros municipais.

A mesma fonte acrescentou que “o executivo municipal mantém o mesmo número de vereadores a tempo inteiro (4) e um a meio tempo”.

Além da presidência do município, Manuel Lopes “assumiu, também, a vice-presidência da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, cargo até agora desempenhado pelo anterior presidente, Jorge Mendes.

Manuel Lopes ficou ainda com os pelouros das Freguesias, Obras Públicas, Proteção Civil, Trânsito e Vias Municipais, Gabinete de Comunicação, Relações Públicas e Imagem, Autoridade Veterinária.

Manuel Lopes escolheu Elisabete Domingues para a vice-presidência do município, acumulando as áreas da Ação Social, Gestão do Pessoal, Biblioteca Municipal, Educação, Refeitório Municipal, Transportes Escolares, Tesouraria e Património.

O vereador José Monte ficou com as pastas das Coletividades, Cultura, Desporto, Juventude, Parques de Estacionamento Públicos, Transportes, Turismo, eurocidade e projetos transfronteiriços.

Já o vereador Mário Oliveira, até agora sem pelouros atribuídos, viu serem-lhe entregues as áreas das Obras particulares, Iluminação Pública, Limpeza e Ambiente, Mercados e Feira, cemitério municipal, infraestruturas de águas e saneamento, Viaturas Municipais (manutenção), Conferência de Faturas e Contraordenações.

Liliana Cerqueira entra neste novo executivo, a meio tempo, assumindo o pelouro da Saúde.

O anterior presidente social-democrata da Câmara de Valença, Jorge Mendes, 54 anos, economista, suspendeu o mandato autárquico em agosto, e renunciou ao cargo no final de outubro, antes da tomada de posse como deputado pelo círculo eleitoral de Viana do Castelo a que concorreu como cabeça de lista.

O executivo municipal de Valença é composto por sete elementos: cinco do PSD e dois do PS.

Nas legislativas de 06 de outubro, o PS foi o partido mais votado, com 34,78% dos votos, tendo recuperado o terceiro deputado pelo círculo eleitoral de Viana do Castelo à Assembleia da República que havia perdido em 2015 para a coligação PSD/CDS-PP. O PSD ficou em segundo lugar, com 33,8% dos votos e o mesmo número de deputados que os socialistas (três).

Além de Jorge Mendes, foram eleitos nas últimas eleições legislativas, Emília Cerqueira, deputada desde 2015, natural de Arcos de Valdevez, e Eduardo Teixeira, líder da concelhia de Viana do Castelo, que regressou ao parlamento após um interregno de quatro anos.

Eduardo Teixeira foi o nome apontado pelo partido para o terceiro lugar da lista pelo Alto Minho, depois do veto dos órgãos nacionais a Carlos Morais Vieira.

Líder da distrital social-democrata desde janeiro de 2014, Carlos Morais Vieira foi reeleito para o último mandato em março de 2018.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.