Altominho.tv

Ponte da Barca vai ampliar parque empresarial de Rodo com mais 22 lotes

A Câmara de Ponte da Barca aprovou, por unanimidade, a ampliação do parque empresarial de Rodo, sendo que o projeto a elaborar irá contemplar 22 novos lotes empresariais e as novas instalações da adega local.

Em comunicado, explicou que o projeto de loteamento visa a “ligação da rua Heróis do Ultramar com a Estrada Nacional (EN)101, através de novos arruamentos e do loteamento do espaço que irá definir a nova estrutura urbana daquela zona empresarial, com a implantação de 22 novos lotes, num terreno com 74.060 metros quadrados de superfície”.

“A elaboração deste projeto procura dar resposta à crescente necessidade económica do mercado de Ponte da Barca e colmatar o tecido urbano expectante desta zona”, explica o município na nota enviada, esta quinta-feira, à imprensa.

Para o presidente da câmara, Augusto Marinho, citado naquele documento, a segunda fase do parque empresarial “vai permitir implementar soluções que há muito o concelho necessitava, dinamizar o tecido empresarial de Ponte da Barca, melhorar a competitividade e o exercício das atividades dos nossos empresários”.

O autarca justificou aquela obra com a necessidade do concelho oferecer “melhores condições” para acolher novas empresas bem como às que já se encontram instaladas no concelho, “sendo prova disso a afetação, também hoje decidida em reunião camarária, da relocalização da adega cooperativa de Ponte da Barca, um velho anseio dos barquenses que será finalmente concretizado”.

Em janeiro, a Adega Cooperativa de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez anunciou a intenção de construir novas instalações a um quilómetro das atuais, calculando o investimento em cinco milhões de euros.

“A segunda fase permite a instalação e relocalização de empresas locais, de pequena e média dimensão, permitindo melhorar as condições de laboração e seu crescimento”, explicou ainda Augusto Marinho.

Para a criação da segunda fase da zona empresarial serão realizados “novos arruamentos secundários que se tornam vitais para a interligação com as principais vias de comunicação existentes e os dois equipamentos públicos, o quartel dos bombeiros voluntários e o pavilhão gimnodesportivo”.

“A criação destes novos arruamentos vem oferecer não só mais eficiência nas acessibilidades aos mesmos”, mas também “maior agilidade para aceder a vias de comunicação primárias permitindo aceder aos sítios e localidades das redondezas com mais rapidez e facilidade”, sustenta o município.

Fonte: Lusa

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!