Altominho.tv

“Desenhar, Desenhar, Desenhar” até final do mês na Torre da Cadeia Velha

Da autoria de Ricardo Fiúza, foi inaugurada no sábado, dia 3 de novembro, na Torre da Cadeia Velha, a exposição “Desenhar, Desenhar, Desenhar”.

Segundo o autor esta “série de desenhos nasceu da necessidade de homenagear e dialogar com vários artistas que ocupam um espaço fulcral na minha criação artística. Dessa plêiade de artistas destaco nesta exposição o artista limiano Justino Vaz Valente, que tem um trabalho seu nesta exposição. Nestes desenhos o motivo do corpo está sempre presente, como espaço simbólico, de metáfora e de memória. Procuro criar histórias por vezes mais reais, por vezes mais fantásticas, com corpos nus e abandonados, livres dos códigos do tempo e da moda. Embora sabendo que há uma impossibilidade do retorno ao classicismo, procuro criar um paradoxo anacrónico, longe das propostas duchampianas e mais próximas de um figurativo idealista, mas consciente da existência de um terrível século XX e confuso século XXI. Por outro lado, pretendo fazer uma reflexão pessoal, sobre o que me leva a desenhar de uma forma persistente e o que é o desenho. Recolhi pequenos textos de alguns desenhadores que após ter pedido permissão, passo agora a apresentar”:

Vincent Van Gogh:”…Às vezes penso que não há nada mais delicioso que desenhar…”

Leonardo da Vinci:”…O artista tem o Universo na sua mente e nas suas mãos…”

Paul Klee:”…Um desenho não é mais que uma linha que saiu para passear…”

A exposição está patente na Torre da Cadeia Velha, em Ponte de Lima, até ao dia 30 de novembro.

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!