Altominho.tv

Exército fica a vigiar a serra de Santa Luzia até final do mês

Os militares da Escola Prática de Serviços da Póvoa de Varzim vão permanecer em Viana do Castelo, até ao final do mês de outubro, a vigiar a serra de Santa Luzia.

A ação de prevenção de fogos florestais, a decorrer desde julho, pelo oitavo ano consecutivo, abrange 30 quilómetros quadrados da serra de Santa Luzia.

Segundo dados revelados pela autarquia de Viana do Castelo, ao abrigo do protocolo de colaboração que o município celebra há oito anos com a Escola dos Serviços (ES) do Exército Português, “já foram efetuadas 110 missões, envolvendo 250 militares”.

Durante o período de vigilância, ao abrigo daquele acordo, “a Escola dos Serviços disponibiliza uma viatura e militares para operações de vigilância e para informar as entidades responsáveis da Proteção Civil sobre ocorrências”.

“Os militares estão, assim, a realizar operações de vigilância, mantendo permanentemente informadas as entidades responsáveis (CODIS, Bombeiros Municipais de Viana do Castelo) e comunicando, de imediato, qualquer ocorrência digna de registo”.

Para o presidente da Câmara de Viana do Castelo, José Maria Costa, citado na nota enviada esta quinta-feira à imprensa, “o protocolo é um excelente exemplo da cooperação institucional entre o Exército Português e as autarquias, tendo sido fator relevante na dissuasão dos incêndios e excelente contributo para a prevenção de incêndios florestais em Viana do Castelo”.

O autarca anunciou ainda “a continuação do projeto para o próximo ano”.

Desde 2010, ano em deflagraram variados incêndios naquela área do concelho, que os militares vigiam a serra de Santa Luzia durante o verão. Através do protocolo, a câmara municipal assegura o apoio logístico e contactos.

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com