Altominho.tv
PALANGREIRO BLOGSPOT

Barco de Vila Praia de Âncora à deriva ao largo de Caminha está a ser rebocado

Um barco de um armador de Vila Praia de Âncora, que se encontra desde ontem “à deriva e sem energia”, com dez tripulantes a bordo, a cerca de 160 quilómetros a oeste de Caminha, está a ser rebocado desde as 08h00 desta sexta-feira para Vigo, em Espanha.

O comandante Fernando Fonseca, porta-voz e relações públicas da Marinha e da Autoridade Marítima Nacional, disse, em declarações à Lusa, que a embarcação de pesca “Vila do Infante” começou a ser rebocada para Vigo “cerca das 08h00”, devendo este trabalho demorar cerca de 20 horas.

Segundo este responsável, o tempo que esta operação vai demorar depende da velocidade a que os trabalhos de reboque decorram, mas “irá certamente demorar o dia todo, podendo entrar pela madrugada”. A acompanhar esta operação está também a corveta Jacinto Cândido.

Fernando Fonseca acrescentou que os dez tripulantes “estão bem e tranquilos”.

Em comunicado divulgado no final do dia de quinta-feira, o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa (MRCC Lisboa), que está a coordenar a operação de reboque do barco “Vila do Infante”, em articulação com a Força Aérea e em colaboração com o navio mercante EMERALD, adiantou que a tripulação é composta por cinco portugueses e cinco indonésios.

“Cerca das 10h20 [horas locais de quinta-feira], o MRCC Madrid informou o MRCC Lisboa de que tinha recebido uma mensagem da embarcação de pesca ‘Vila do Infante’, não tendo conseguido contactar posteriormente o navio”, referia a nota.

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Lisboa adiantou ter enviado para o local “o navio mercante EMERALD para verificar o estado da embarcação de pesca, reportando que a mesma se encontrava sem energia elétrica e à deriva, tendo sido empenhada uma aeronave C-295, da Força Aérea Portuguesa, e a corveta Jacinto Cândido da Marinha para efetuar a monitorização da embarcação de pesca”.

“Para que seja realizado o reboque, o armador da embarcação de pesca irá fazer deslocar de Vigo outra embarcação. Até ao momento do reboque, foi solicitado à embarcação de pesca “Vila do Infante” para ter todos os meios de segurança e de salvamento disponíveis para uma situação de emergência”, sustentou o MRCC.

Aquele serviço de salvamento marítimo adiantou estar “a monitorizar a situação com o apoio do navio mercante que tem passado junto à embarcação, obtendo constantemente a informação do seu estado”.

Notícia atualizada às 10h23

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!