Altominho.tv

Unidade de Busca e Resgate em Montanha da GNR-GIPS dá formação aos alunos do Mestrado em Desporto Natureza

Dar a conhecer o posicionamento da GNR-GIPS no sistema integrado de proteção civil, ensinar as metodologias, técnicas e materiais usados na Busca e Resgate no terreno assim como as formas de articulação com esta força por parte dos alunos e profissionais do Desporto Natureza foram alguns dos objetivos da formação ministrada aos  alunos do Mestrado em Desporto Natureza, da Escola Superior de Desporto e Lazer do Instituto Politécnico de Viana do Castelo, pelos elementos da unidade de Busca e Resgate em Montanha.

A formação decorreu em contexto formal de escola, no Laboratório de Atividades de Ar Livre (LAAL) da ESDL-IPVC e ainda em contexto prático no exterior. No decorrer da formação os mestrandos tiveram ainda a possibilidade de visitar o centro de operações desta unidade especial da GNR, nas instalações do Centro de Meios Aéreos (CMA) dos Arcos de Valdevez.

A coordenação do Mestrado destaca a importância desta formação no terreno com os elementos da unidade de Busca e Resgate em Montanha. “Estamos certos de que este é o caminho a trilhar por parte dos vários agentes que trabalham no setor, contribuindo para a definição de uma correta política de segurança por parte dos prestadores de serviços, clubes e empresas que desenvolvem este tipo de atividades, estudando, aplicando e articulando com os meios de evacuação e emergência existentes no terreno”.

A coordenação do Mestrado considera que este é o caminho a seguir. “Através de mais esta formação, os alunos do curso de Mestrado em Desporto Natureza estão capacitados com mais ferramentas para o desenvolvimento e planeamento das suas atividades, possuindo um conhecimento profundo e prático da melhor forma de gerir o risco das suas atividades bem como a melhor forma de articular com os meios de evacuação e emergência e em particular com a unidade especial de Busca e Resgate em Montana (BRM) da GNR-GIPS em situações de emergência, proteção e socorro”.

Redes Sociais

Mais de 40.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!