Altominho.tv

Centro de caminhadas e ciclismo vai nascer em aldeia de Ponte da Barca

A empreitada de construção de um Centro de Walking & Cycling, em Entre Ambos-os-Rios, no concelho de Ponte da Barca, já arrancou.

Segundo o município, a estrutura de apoio insere-se no programa Walking & Cycling, um projeto que visa promover a Grande Rota (GR) Aldeias do Minho, uma rota ciclável e pedestre que é composta por 10 aldeias, onde serão promovidas e otimizadas infraestruturas de apoio aos visitantes.

No concelho de Ponte da Barca, a aldeia selecionada é Entre-Ambos-os-Rios, na União de Freguesias de Entre-Ambos-Os-Rios, Ermida e Germil, freguesia que é a porta de entrada no Parque Nacional Peneda-Gerês e onde, ao abrigo deste programa, vai ser implementada uma estrutura direcionada para o cicloturismo, com área informativa, sanitários, equipamentos de manutenção e reparação de bicicletas.

A candidatura “Aldeias do Alto Minho Walking & Cycling” visa a “qualificação turística de um conjunto de aldeias do Alto Minho que se distribuem no território, permitindo, articulando com a demais oferta, reforçar o apoio à visita turística itinerante. Tem ainda como objetivo a estruturação da oferta direcionada para o segmento do pedestrianismo e cicloturismo, contribuindo para o posicionamento do Alto Minho como um dos principais destinos de turismo de natureza e turismo desportivo”, refere a autarquia em comunicado.

Para além de reforçar as condições para o usufruto turístico das quatro Áreas Protegidas do Alto Minho, cursos fluviais e estruturas de ligação existentes, nomeadamente percursos pedestres, ecovias, ecopistas, entre outros, este projeto vai ainda permitir aproveitar e aumentar a utilização da rede de oferta de infraestruturas de turismo de natureza.

O Projeto “Aldeias do Alto Minho Walking & Cycling” é financiado pela Linha de Valorização Turística do Interior do Turismo de Portugal, IP e foi desenvolvido pela Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho, juntamente com a Câmara de Ponte da Barca.

O investimento elegível aprovado é de 82.460 euros, com uma comparticipação de 74.214 euros, e vai contemplar, além da construção do Centro de Walking & Cycling, a colocação de um painel informativo sobre o mesmo e informação e sinalização da Grande Rota.