Altominho.tv

Fiscalização nas esplanadas vai ser reforçada

O Governo anunciou esta quinta-feira que vai reforçar a fiscalização nas esplanadas, para tentar evitar comportamentos que possam aumentar o risco de contágio por covid-19.

Em comunicado, o Ministério da Administração Interna informa que pode estar em causa o encerramento de alguns estabelecimentos, caso não cumpram as regras em vigor para conter a pandemia.

A medida surge na sequência de uma reunião da Estrutura de Monitorização do Estado de Emergência, que faz o balanço do processo de desconfinamento, que deu um segundo passo no dia 5 de abril, precisamente com a abertura das esplanadas.

“Nesta reunião, por videoconferência, participaram os Secretários de Estado das várias áreas governativas e de coordenação regional, para além dos responsáveis das Forças e Serviços de Segurança (GNR, PSP, SEF e ASAE), da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) e das Forças Armadas”, informa o comunicado.

Além das esplanadas, voltaram também a reabrir as lojas com menos de 200 metros quadrados.

Para 19 de abril está prevista a abertura dos restaurantes, mas a subida dos indicadores do índice de transmissibilidade e de incidência podem fazer o Governo repensar no processo, sendo que o Executivo já admitiu que podem ser tomadas medidas locais, em vez de nacionais.

Esta notícia surge depois de a associação PRO.VAR, que representa os restaurantes portugueses, ter denunciado que há cliente que não respeitam as normas de segurança impostas, havendo mesmo pessoas que não utilizam máscara.