Altominho.tv

Ponte de Lima investe mais de 1,8 ME na rede de abastecimento de água

A Câmara de Ponte de Lima investiu 1 milhão e 841 mil euros na remodelação da rede de abastecimento de água em oito freguesias do concelho, foi hoje anunciado.

“No município de Ponte de Lima existem neste momento projetos de execução para a renovação de redes que irão abranger as seguintes freguesias: Anais, Freixo, Vitorino de Piães, Bertiandos, Fontão, Arcozelo, Refóios do Lima e Santa Comba; o que representa um investimento de 1.841.700,96€ [euros]”, refere a autarquia, em comunicado.

A nota refere que as obras de remodelação da rede de abastecimento de água no concelho, da responsabilidade da AdAM – Águas do Alto Minho, que iniciou a sua atividade em 01 de janeiro de 2020 relativa à exploração e a gestão, em regime de exclusivo, dos serviços de abastecimento público de água e de saneamento de águas residuais urbanas, abrangem as oito freguesias.

“De acordo com a AdAM, foram realizados os programas técnicos, que constituem parte integrante do contrato de parceria e de contrato de gestão, através dos quais foi efetuado o diagnóstico da situação atual, nomeadamente ao nível da caracterização das infraestruturas existentes e dos respetivos estados funcional e de conservação”, explica o município.

A avaliação foi feita, segundo a autarquia, através de visitas de inspeção por amostragem, da avaliação da abrangência do serviço às populações, da identificação da evolução da articulação entre as infraestruturas multimunicipais e municipais e respetivos constrangimentos.

“O reconhecimento de problemas de fiabilidade no fornecimento de água, de garantia na proteção das massas de água e de segurança na saúde pública e a definição das soluções técnicas a executar e determinar os respetivos planos de investimento, de modo a atingir os objetivos de qualidade do serviço fixados, e estimar os gastos anuais de operação e manutenção associados”, foram outros pontos a ter em conta no diagnóstico realizado.

A vila de Ponte de Lima diz ainda que, no âmbito de uma ação conjunta que envolve os municípios do Alto Minho, foi apresentada uma candidatura ao Programa Operacional

Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) “com um montante aprovado de 13,7 milhões de euros, dos quais 5,7 milhões de euros são destinados à renovação de redes e 8 milhões de euros são destinados ao sistema de monitorização e controlo da eficiência hídrica dos sistemas de abastecimento de água”.

“Ao abrigo da referida candidatura, foram elaborados os planos de gestão de perdas dos municípios, que apresentam o diagnóstico da rede de abastecimento de água e identificam as condutas onde ocorrem roturas com maior regularidade”, lê-se no comunicado.