Altominho.tv

Ponte de Lima assegura apoio alimentar aos alunos mais carenciados

A Câmara de Ponte de Lima informou que vai assegurar o apoio alimentar (almoço e lanche) aos alunos do Pré-escolar, 1º, 2º e 3º ciclo e Ensino Secundário, beneficiários dos escalões A e B da ação social escolar, assim como a todas as crianças e jovens assinalados pela CPCJ, neste período de encerramento das escolas e de eventual fase de ensino à distância.

A medida surge na sequência da suspensão das atividades letivas dos estabelecimentos de ensino decretada pelo Governo, visando a mitigação da pandemia, e é aplicada em parceria com os Agrupamentos de Escolas de Ponte de Lima.

“Este apoio alimentar funciona nas Escolas Sede de cada Agrupamento do concelho de Ponte de Lima que integram a Rede de Escolas de Acolhimento, que de acordo com o Dec. Nº 3 – A/2021 de 14 de janeiro, encontram-se abertas para receber e acompanhar os educandos de profissionais de saúde, trabalhadores de serviços essenciais, e crianças e jovens em risco sinalizados pela CPCJ – Comissão de Proteção de Crianças e Jovens”, informou o Município.

A DGEST em colaboração com os Agrupamentos de Escolas do Concelho identificou como escolas de referência para o acolhimento a EB 2 e 3 António Feijó, a EB 2 e 3/S de Arcozelo, a EB 2 e 3 de Freixo, a Escola Secundária de Ponte de Lima e a Escola Profissional de Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Paralelamente, “aos alunos referenciados que se encontrem na sua residência, o Municipio de Ponte de Lima garante a prestação de apoios alimentares através da colaboração com os Centros Paroquiais e Sociais das respetivas áreas de residência”.

A Câmara de Ponte de Lima disse ainda que o pedido de apoio “deve ser referenciado pelos Encarregados de Educação junto dos respetivos Agrupamentos de Escolas, que depois remetem a informação à autarquia”.