Altominho.tv

Paredes de Coura com taxa de execução de 95,1 por cento em 2019

O município de Paredes de Coura registou, em 2019, uma taxa de execução ao nível da receita de 95,1%, traduzindo as “boas contas e a gestão rigorosa do dinheiro público”.

Em comunicado, a autarquia acrescenta que em 2019 foi reforçada a estratégia de captação de investimento e de criação de emprego, “que será determinante no combate à grave crise que já é visível e que será temível nos próximos tempos”.

“Estes tempos de pandemia desestruturaram completamente toda a atividade económica e lançaram milhares de pessoas no desemprego. Compreende-se, por isso, que uma estratégia persistente e, até, obsessiva na criação de emprego, é a melhor solução para dar esperança e estabilidade familiar a muitos courenses. Não existe desenvolvimento sem emprego e sem criação de riqueza”, refere o presidente da Câmara Municipal, Vítor Paulo Pereira, citado na nota enviada à imprensa.

Segundo a autarquia, 2019 foi marcado pela projeto de expansão da área da zona industrial de Formariz, num investimento de 1,8 milhões de euros, que permitirá maior flexibilidade à implantação de empresas. Com a área de expansão, permitirá a criação de 400 novos postos de trabalho e um volume de negócios anual de cerca de 80 milhões de euros.

Por sua vez, a nova ligação à autoestrada A3, que foi “a maior reivindicação de sempre” do concelho e que vai avançar, “também consolidará a capacidade de atração da zona industrial” .

Paralelamente, e ainda segundo o município, houve “significativos investimentos” nas freguesias e na rede viária.