Altominho.tv

Município de Monção lança vídeos que retratam cultura do concelho

O município de Monção está a promover o lançamento de vídeos sobre seis temas que retratam a cultura do concelho. 

Em causa está o projeto “Cultura (des)confinada”, que aborda o património, natural e construído, as lendas e curiosidades da época e que visa “reprogramar a cultura do concelho para o formato digital, com o objetivo de continuar a proporcionar conhecimento, arte e informação, através das plataformas digitais do município”.

Património, Curiosidades, Arte, Lendas, Cantinho das Histórias e Memórias de um Barbeiro são os temas explorados na iniciativa apresentada semanalmente, através de uma programação regular na rede social Facebook. São seis séries diferentes, com cinco episódios cada uma, cuja publicação decorre entre quinta-feira e domingo.

Em comunicado, a autarquia explicou que os vídeos publicados esta semana, integrados no tema Património, “retratam o cenário de uma barbearia, com duas personagens (Ilídio de Castro e Ricardo de Campos), dando corpo aos escritos dos dois barbeiros, pai e filho, que passavam para o papel, com regularidade, os apontamentos da vida social e cultural de Monção, desde finais do século XIX até meados do século XX”.

“António Sá Vieira (1857 – 1938) e Clemente Vieira (1897 – 1979) aliavam o corte de cabelo e aparo da barba com a venda de jornais, transformando a barbearia num espaço muito procurado, onde a informação, o comentário e o debate sobre uma multiplicidade de assuntos, do mais fútil ou mais importante, constituía o dia-a-dia daquele estabelecimento comercial, situado em pleno centro histórico da vila”, conta o município.

Os “escritos de pai e filho foram guardados por Clemente Lira Vieira, filho e neto, também já falecido, tendo sido compilados no livro Cadernos de contas de um barbeiro – Memórias de Monção, de Ernesto Português, publicado em 2010”.

Segundo o autor, “nestes cadernos manuscritos o leitor é conduzido pela curiosidade, ética e perspicácia dos autores que, durante várias décadas, investiram um olhar coletivo sobre a sociedade monçanense e o desenvolvimento da sua terra”.

Entre os vários apontamentos, no caderno constam “acontecimentos centrais da vila de Monção como a edificação do Palácio da Brejoeira, a chegada do comboio ou o desmantelamento das muralhas para a construção das novas vias rodoviárias”.

A “festa da Coca ou da Senhora das Dores, as agruras dos monçanenses na primeira Guerra Mundial, os primórdios do contrabando com a Galiza, onde pereceram muitos monçanenses, afogados no rio Minho ou mortos pelos carabineiros galegos”, estão também entre as referências dos dois barbeiros.

“Trata-se de uma encruzilhada virtual onde ninguém se perde e todos se encontram, proporcionando, a cada passo, um enriquecimento pessoal com o que vemos e o que sentimos. No fundo, é uma exploração para fazer com todos os sentidos alerta para receber as sensações mais fantásticas e deliciosas”, afirmou o vereador da Cultura, João Oliveira, citado na nota enviada à imprensa.

Após a apresentação, os trabalhos em vídeo ficam disponíveis para visualização no sítio oficial da Câmara de Monção na Internet.

Notícia atualizada às 10h45

Small ads

Highlight option

Turn on the "highlight" option for any widget, to get an alternative styling like this. You can change the colors for highlighted widgets in the theme options. See more examples below.

Flickr

  • good times
  • vilebrequines
  • Coral way
  • city of
  • anamorphic
  • lonely
  • pilates
  • horn
  • corridor