Altominho.tv

Primeiro utente infetado em Lar da Misericórdia de Viana do Castelo

A provedora da Misericórdia de Viana do Castelo disse hoje que um utente com cerca de 90 anos, residente num dos dois lares da instituição, que se escusou a identificar, está infetado com covid-19.

“Temos um caso num dos nossos lares. A situação está controlada. As funcionárias estão em regime de internato. Não queremos identificar o lar em questão, por estarmos a contactar as famílias para as informar da situação sem criarmos alarmismos”, afirmou Luísa Novo Vaz.

Na cidade de Viana do Castelo, a Misericórdia tem os lares de Santiago e de Nossa Senhora da Piedade.

Segundo números adiantados pela provedora da Santa Casa da Misericórdia de Viana do Castelo, um dos lares acolhe 54 utentes e tem “ao serviço, em regime de internato, seis funcionários, sendo que há trabalhadores em quarentena”.

No outro residem 40 idosos, sendo os funcionários estão a trabalhar, alternadamente, em duas equipas compostas por cerca de 10 a 12 trabalhadores”.

“Está tudo controlado. A Segurança Social vai facultar-nos os recursos humanos e também estamos a contratar pessoal”, referiu
Luísa Novo Vaz adiantou o “despiste de utentes e funcionários já começou e até sexta-feira deverão estar todos os testes realizados”.

“Desde o início de março que ando a pedir junto das autoridades de saúde que os nossos residentes e funcionários fossem testados, mas, como está a acontecer em todo o lado, há muita dificuldade em conseguir testes”, adiantou.
O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou cerca de 1,4 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram mais de 80 mil.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.