Altominho.tv

Paredes de Coura aprova “maior orçamento desde 2013” no valor de 16 milhões de euros

A Câmara de Paredes de Coura aprovou um orçamento de 16 milhões de euros para 2020, considerando tratar-se do “maior desde 2013″. O alargamento e requalificação da Zona Industrial de Formariz, orçado em dois milhões de euros, e a ligação da autoestrada A3, no nó de Sapardos, ao Parque Industrial de Formariz, no valor de 9,5 milhões de euros, estão entre os investimentos previstos neste concelho.

Em comunicado enviado à imprensa, a autarquia de Paredes de Coura liderada por Vítor Paulo Pereira afirma que, “após um orçamento de 2019 cuja taxa de execução orçamental foi de 96%”, o documento aprovado pelo executivo e assembleia municipal cria agora “condições únicas para um investimento que tem como grande preocupação a criação de emprego”.

“Em Paredes de Coura acreditamos e sabemos que o emprego é o principal fator de fixação de pessoas no território”, sustenta o presidente da Câmara, citado naquele comunicado, para quem “não é possível estabilidade e coesão social fora de um quadro de investimento e criação de emprego”. “Pode parecer materialismo, mas a felicidade não é possível fora de um quadro de otimismo, onde o investimento e o emprego tem lugar especial”, sustenta Vítor Paulo Pereira.

O autarca socialista defende que “Coura é emprego”. “Este é o caminho que estamos a andar. A andar não, a correr”, sublinhou, acrescentando que, “em 2020, continuaremos a correr. A correr pelo emprego”.

Com a nova ligação de Paredes de Coura à autoestrada A3, cuja execução arranca em breve, a autarquia acredita que “novos projetos turísticos ganharão uma nova racionalidade e será mais fácil a sua concretização”.

“As zonas industriais obterão uma maior competitividade e será possível uma maior diversidade de investimentos”, garante Vítor Paulo Pereira, recordando ainda que os últimos orçamentos trouxeram “um período extraordinário de crescimento industrial que criou emprego, que gerou riqueza e que permitiu criar estabilidade financeira para as famílias”.

“Simultaneamente recuperámos infraestruturas educativas, culturais e desportivas que tiveram uma grande influência na melhoria das condições de vida dos courenses. Apostámos em projetos estratégicos para o concelho ao mesmo tempo que requalificámos grande parte da rede viária municipal. Investimos progressivamente na cultura, na educação, na floresta e na preservação da paisagem. Apoiamos empresários, pequenos produtores e os seus negócios. Ninguém ficou para trás”, concluiu o autarca.

Your Header Sidebar area is currently empty. Hurry up and add some widgets.