Altominho.tv

Centro de hemodiálise deverá entrar em funcionamento no final do mês

O vice-presidente da Misericórdia de Monção apontou a abertura do centro de diálise da instituição para o final do mês, após mais de um ano de impasse para a formalização do acordo com o Serviço Nacional de Saúde.

Em declarações à agência Lusa, a propósito da assinatura, hoje, entre a Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N) e a empresa Clirenocare, do contrato de convénio plurianual, que vai permitir a abertura do espaço, Armindo da Ponte explicou que, “atualmente, os utentes têm de percorrer, ida e volta, cerca de 100 quilómetros para fazer os tratamentos”.

“Para os utentes de Monção, e do município de Melgaço, os centros mais próximos estão situados em Arcos de Valdevez, Ponte da Barca ou Viana do Castelo. Estavam a falar em viagens, de ida e volta, de cerca de 100 quilómetros”, especificou.

O responsável adiantou que o centro de hemodiálise, um investimento de 1,5 milhões de euros da Santa Casa da Misericórdia, com apoio da Câmara de Monção, está “concluído e licenciado há mais de um ano”.

O equipamento foi inaugurado em julho de 2018, numa cerimónia que contou com a presença do presidente da câmara local, António Barbosa.

Segundo Armindo da Ponte, o “contrato de convénio plurianual hoje celebrado está sujeito a visto do Tribunal de Contas”.

“A entrada em funcionamento do equipamento está apenas dependente desse procedimento. A empresa que vai prestar o serviço já tem os equipamentos instalados. Estimamos que a abertura possa ocorrer até final do mês”, referiu.

Numa nota enviada hoje à impressa, a ARS-N referiu que “a nova unidade de diálise vai dar resposta aos muitos doentes da área geográfica de Monção e concelhos vizinhos”.

“Esta nova unidade vai permitir um acesso mais facilitado para os doentes que necessitam de tratamentos regulares, garantindo cuidados de qualidade e evitando deslocações”, reforça.

Em maio, o deputado do PS eleito pelo Alto Minho José Manuel Carpinteira, informou ter questionado o Governo sobre o impasse na abertura do centro de diálise da Santa Casa da Misericórdia de Monção que se encontra “concluído e licenciado”.

Em setembro, também a deputada do PSD eleita pelo distrito de Viana do Castelo, Liliana Silva, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, para a “necessidade urgente” de abertura daquele centro.

Small ads

Highlight option

Turn on the "highlight" option for any widget, to get an alternative styling like this. You can change the colors for highlighted widgets in the theme options. See more examples below.

Flickr

  • dépôt
  • pots
  • le type
  • rouage
  • jicamas
  • Oh! (narrative Positions)
  • Kulisse (narrative Positions)
  • Justine Læufer / the Curve (narrative Positions)
  • Isobel / Golden Hands Gallery (Hamburg)  (narrative Positions)