Federação de ciclismo mantém “aposta na descentralização” dos nacionais

A Federação Portuguesa de Ciclismo pretende manter a aposta na descentralização na organização nos campeonatos nacionais de modalidade, levando a prova para diferentes pontos do país.

A garantia foi dada por Sérgio Sousa, dirigente do organismo, embora afirmando que a localidade anfitriã dos campeonatos de 2020 “ainda não está fechada”.

“A Federação tem implementado esta política de descentralização dos campeonatos nos últimos 10 anos e será para continuar. Não sabemos onde serão os próximos, ainda estamos a estudar as propostas, mas tentaremos que seja em locais que ainda não receberam este evento, para continuarmos a passar esta boa mensagem do ciclismo pelo país”, disse Sérgio Sousa.

Tivemos espetáculo, uma boa moldura humana, e grande entrega dos ciclistas, fazendo jus ao espírito desta competição. Foi um bom fim-de-semana de ciclismo. Melgaço e a Associação de Ciclismo do Minho estiveram incansáveis na organização. Conseguiu-se realizar uns campeonatos de excelência”, vincou Sérgio Sousa.

O diretor da Federação Portuguesa de Ciclismo considerou que a edição deste ano dos campeonatos nacionais “foi um sucesso”.

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com