D.R.

Já há postos de abastecimento no Alto Minho que estão sem combustível

(Atualização 09h00)

Em alguns postos de abastecimento de combustível já se está a verificar uma corrida às bombas. Os portugueses receiam uma escassez de combustível devido à greve do Sindicato Nacional de Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP).

A greve nacional dos motoristas de matérias perigosas está a afetar o abastecimento de combustível em várias zonas do país.

Às 09:00, de hoje (17 de abril), na sequência de uma pesquisa efetuada pela Altominho.tv na plataforma VOST Portugal (Voluntários Digitais em Situações de Emergência), existem 26 postos de combustível no Alto Minho com problemas de abastecimento, sendo que 7 deles já não tem disponível os dois combustíveis, 3 postos já não tem gasolina e 16 estão sem gasóleo.

 

Esta plataforma foi criada pela VOST com a ajuda do criador do Fogos.pt, tem por objetivo informar sobre os postos de abastecimento que estão sem combustível. A identificação dos postos sem combustíveis nesta plataforma online tem por base as informações que são fornecidas pelos próprios utilizadores. Os administradores da Plataforma avisam, por isso, que esta pode ser falível.

Se entretanto tiver identificado um novo posto de combustível localizado no Alto Minho que não conste desta lista, pode aceder diretamente à plataforma neste link, e no início da página onde consta: “sabes de algum posto de combustível onde não seja possível abastecer neste momento?” em caso afirmativo, a plataforma disponibiliza um formulário com alguns campos para preencher e submeter.

Na sequência do impacto provocado pela greve nacional dos motoristas de matérias perigosas que está a afetar o abastecimento de combustível em várias zonas do país, os ministros da Administração Interna e do Ambiente e da Transição Energética declararam hoje a “situação de alerta” devido à greve nacional dos motoristas de matérias perigosas, implementando medidas excecionais para garantir os abastecimentos.

Esta situação de alerta para o período compreendido entre hoje e até às 23:59 do dia 21 de abril (segundo uma nota do Governo), determina a “elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte das forças e serviços de segurança e de todos os agentes de proteção civil, com reforço de meios para operações de patrulhamento e escolta que permitam garantir a concretização das operações de abastecimento de combustíveis, bem como a respetiva segurança de pessoas e bens”.

A nota refere que o Governo também determina a “declaração de reconhecimento de crise energética, que acautele de imediato níveis mínimos nos postos de abastecimento, de forma a garantir o abastecimento de serviços essenciais, designadamente para forças e serviços de segurança, assim como emergência médica, proteção e socorro”.

(em atualização)

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com