Altominho.tv

Renúncia quaresmal de Viana apoia jornal da diocese e paróquia na Bolívia

O bispo de Viana do Castelo, Anacleto Oliveira, anunciou hoje que o resultado da renúncia quaresmal se destinará ao jornal da diocese e a uma paróquia na Bolívia, por ambas as instituições terem por objetivo a evangelização.

“O órgão diocesano de comunicação social procura criar comunhão entre cristãos, paróquias, arciprestados, fazendo de todos verdadeira Igreja que, simultaneamente, é evangelizada e evangeliza, pelas notícias, entrevistas, artigos de opinião e outras publicações”, sublinha o bispo de Viana do Castelo na mensagem para a Quaresma, este ano, com o tema “Evangeliza”.

Em causa está uma prática realizada durante os 40 dias da Quaresma em que os fiéis abdicam da compra de bens, reservando o dinheiro para projetos definidos pelo bispo da respetiva diocese.

Segundo números da Diocese de Viana do Castelo, todos os anos, em média, são recolhidos cerca de 20 mil euros durante a Quaresma, que começou na quarta-feira com a celebração de Cinzas, marcada por apelos ao jejum, partilha e penitência, que serve de preparação para a Páscoa, a principal festa do calendário cristão.

No documento enviado à Lusa, Anacleto Oliveira refere que “além das dificuldades financeiras por que continua a passar”, o jornal da diocese “precisa de maior divulgação e de mais colaboração”.

“Ele será o que todos, sem exceção, dele fizermos – movidos pelo amor e ao serviço do evangelho”, refere.

A paróquia de Buena Vista, da Missão de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, é a outra instituição escolhida pelo bispo da capital do Alto Minho para receber a outra metade do resultado da renúncia quaresmal deste ano.

Anacleto Oliveira adianta que a verba será confiada ao padre Márcio Asseiro, sacerdote espiritano natural de Vila Nova de Cerveira.

“É uma paróquia de 14.362 habitantes, espalhados por uma área de 3.311 klm/2, com 30 comunidades, carentes, por exemplo, de obras na igreja e na casa paroquial, bem como noutros lugares de culto e apoio a atividades pastorais”, especifica a nota de Anacleto Oliveira.

“Que o padre Márcio sinta que estamos com ele, movidos pelo mesmo amor com que se dá ao serviço do evangelho”, realçou.

As duas finalidades da renúncia quaresmal (que resulta do dinheiro que cada católico juntou graças às renúncias que fez no período da quaresma) foram decididas pelo bispo após auscultação dos conselhos Presbiteral e Episcopal.

Fonte: Lusa

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!