Altominho.tv

Festa do Espumante de Melgaço muda de local para acolher mais produtores

A 4.ª edição da Festa do Espumante de Melgaço vai este ano decorrer num novo local, o largo do Mercado, para fazer face ao aumento de procura de produtores locais, disse hoje o presidente da Câmara.

“Como estamos a alargar o número de produtores participantes transferimos a Festa do Espumante do espaço em frente à Câmara para o largo do Mercado. Na edição do ano passado tivemos apenas um produtor de Monção. Este ano, temos sete a oito produtores daquele concelho a participar na nossa festa. Isto reflete o crescimento do evento e por isso foi preciso mudá-lo de local”, explicou Manoel Batista.

O autarca socialista adiantou que a mudança do evento, que vai decorrer entre sexta-feira e domingo, coincide com a conclusão da requalificação realizada no largo do Mercado, num investimento superior a 630 mil euros, financiado por fundos do Norte 2020.

“Queremos ser e ter um lugar de excelência para apresentar os nossos produtos. A requalificação do mercado municipal, que não tinha intervenção há mais de 20 anos, vai proporcionar uma maior área de exposição, um espaço público pedonal, 92 lugares de estacionamento e, consequentemente, mais participantes nos nossos eventos, quer expositores quer visitantes, e com ótimas condições”, especificou.

Segundo Manoel Batista, a edição 2018 daquele certame vai contar com a participação de 19 produtores de espumante, sendo que 12 são de Melgaço e os restantes do concelho vizinho de Monção.

Em 2018, a Festa do Espumante contou com a presença de 13 produtores, apenas de Monção.

As “condições criadas” no novo local vão permitir, segundo o autarca socialista, “acolher mais visitantes”, estimando que o número alcançado na edição anterior, cerca de cerca de mil pessoas, “venha a ser superado”.

“As nossas previsões apontam para cerca de sete a oito mil pessoas, durante os três dias do evento”, disse.

Manoel Batista referiu “não existirem estudos sobre o impacto económico” da Festa do Alvarinho, mas referiu que, por exemplo, ao nível do alojamento a lotação está esgotada nas unidades hoteleiras do concelho e dos municípios vizinhos”.

De acordo com dados avançados na edição anterior, o espumante de Alvarinho, produzido na sub-região de Monção e Melgaço, já representa cerca de 10% dos 25 milhões de euros gerados por ano por aquela casta.

Além dos produtores de espumantes, o evento, com um total de 29 expositores, apresentará ainda os produtos regionais, desde o fumeiro, o queijo, doçaria e até trufas ou gelado de Alvarinho.

O programa inclui demonstrações de cozinha ao vivo, provas comentadas sobre a capacidade de harmonização gastronómica e a versatilidade do espumante de Alvarinho e animação musical.

O evento, com entrada livre, é organizado pela Câmara Municipal de Melgaço, com produção da Essência do Vinho.

A sessão de abertura do evento está marcada para sexta-feira, às 16h00, com a presença do Secretário de Estado da Defesa do Consumidor, João Torres.

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!