PCP aponta descentralização e fusão da água como principais problemas do Alto Minho

A direção Regional de Viana do Castelo (DORVIC) do PCP apontou a descentralização de competências e a fusão dos sistemas, em baixa, de água e saneamento do Alto Minho como os principais problemas da região.

Em comunicado, a estrutura partidária adiantou que aqueles “dois problemas estiveram e vão estar em discussão nos próximos tempos”, considerando “inaceitável o que se passou, no mês de setembro, com a aceitação por omissão de todos os executivos camarários, da descentralização de competências, sem que se tenha sequer ouvido as Assembleias Municipais”.

“O que os eleitos do PS, PSD e CDS fizeram foi passar um cheque em branco ao Governo, pois ninguém até hoje sabe quais as competências que vão ser atribuídas aos municípios e quais as verbas que as acompanharão”, sustentou o PCP.

A DORVIC do PCP considera ainda que com a fusão dos sistemas, em baixa, de abastecimento de água e saneamento básico do Alto Minho, “ficará aberta a porta para a futura privatização” do setor.

Em causa está a criação da Águas do Alto Minho, empresa de gestão das redes de água, em baixa, e do saneamento, detida em 51% pela Águas de Portugal (AdP) e, em 49%, pelos dez municípios do distrito de Viana do Castelo que compõem a Comunidade Intermunicipal (CIM) do Alto Minho.

Dos dez concelhos do distrito de Viana do Castelo, três – Ponte da Barca, Monção e Melgaço – chumbaram a constituição daquela parceria.

“Com esta decisão, no entender do PCP, ficará aberta a porta para a futura privatização da água onde serão eliminadas as garantias de orientação da sua gestão por valores de equidade económica e social”, argumentou o partido, defendendo ser “fundamental a manutenção do sistema e da gestão pública da água nas autarquias”.

“Neste momento pode parecer algo distante, mas o aumento dos preços da água será uma realidade, já no próximo ano, nos concelhos de Caminha, Arcos de Valdevez, Vila Nova de Cerveira, Valença, Ponte de Lima, Paredes de Coura e futuramente Viana do Castelo”, especificou.

Redes Sociais

Mais de 50.000 pessoas acompanham a Altominho.tv nas principais redes sociais. Junte-se à nossa comunidade no Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Acompanhe-nos nesta viagem pelo Alto Minho!

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com