Altominho.tv
Edifício sede da Polícia Judiciária (PJ), em Lisboa, 18 de julho de 2014. TIAGO HENRIQUE MARQUES/LUSA

PJ detém homem em Caminha por alegada tentativa de homicídio de ex-namorada

A Polícia Judiciária deteve em Vila Praia de Âncora, Caminha, um homem suspeito da prática dos crimes de homicídio qualificado na forma tentada, ofensa à integridade física qualificada, sequestro e violência doméstica contra a ex-namorada, foi hoje divulgado.

Em comunicado enviado às redações, a diretoria da PJ de Braga adiantou que a vítima dos crimes alegadamente praticados tem 26 anos e manteve, anteriormente, uma “relação de namoro”, com o agressor, de 30 anos.

A detenção, fora de flagrante delito, ocorreu na madrugada de sábado, em Vila Praia de Âncora, no concelho de Caminha, distrito de Viana do Castelo.

“O arguido, na sequência de uma discussão com a vítima, e com recurso à força física, desferiu-lhe vários murros e pontapés, principalmente na face, atirou-a por duas vezes para a praia do cimo de um paredão com cerca de quatro metros de altura”, explica a nota da PJ.

Segundo aquela força policial, o homem “arrastou” a vítima para o rio Âncora, “apertando-lhe o pescoço com violência, mergulhou a cabeça desta na água, no intuito de a matar por afogamento”

“A vítima viria a desfalecer, presumindo o agressor que ela já estivesse morta, momento em que a abandonou. A vítima, entretanto, recuperou os sentidos e fugiu do local em busca de socorro, sendo posteriormente transportada pelos Bombeiros para o hospital de Viana do Castelo”, adianta a nota.  

A PJ realizou, “de imediato várias diligências, que resultaram na recolha de vasto acervo probatório e permitiram, ainda nesse dia, a identificação, localização e detenção fora de flagrante delito do arguido”.

O homem é hoje presente à autoridade judiciária competente para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.