Altominho.tv

Caminha recebe festival de música experimental e improvisada

A vila de Caminha, no Alto Minho, recebe entre sexta-feira e domingo o Space Festival, evento de música experimental e improvisada, anunciou a organização, apostada em promover projetos artísticos fora dos grandes centros urbanos.

Em comunicado hoje enviado às redações, a organização do Space Festival, a cargo da Associação Cultural Rock‘n’Cave, adiantou que a programação inclui espetáculos “em diversas vertentes, onde as artes visuais, a tecnologia e a performance dialogam com a música experimental e improvisada”.

O festival, que tem o apoio da Câmara de Caminha, no distrito de Viana do Castelo, vai decorrer no Valadares Teatro Municipal, no centro histórico de Caminha e no cineteatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora, pretendendo “explorar novas formas de produzir e divulgar a música experimental e improvisada em Portugal”.

Nos três dias do Space Festival serão apresentados “quatro espetáculos multidisciplinares distintos, os ‘Piratas e Sereias, Ostras e Baleias’, ‘Cine-Música’ (com a participação de escolas de música), ‘As Aventuras do Príncipe Achmed’ e ‘Pequeno Mundo’ – musicados ao vivo por diversos artistas portugueses que se dedicam a uma expressiva variedade de instrumentos e cujo trabalho se tem desenvolvido nesta área da experimentação e improvisação”.

Na sexta-feira, o festival começa no cineteatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora “com uma programação destinada a famílias e público em geral, com a apresentação do filme-concerto ‘Piratas e Sereias, Ostras e Baleias’, composto por diversas curtas-metragens de animação de várias nacionalidades”.

No sábado, também no cineteatro dos Bombeiros Voluntários de Vila Praia de Âncora, é a vez do espetáculo “Cine-Música” que resultou da Oficina de Música para Filmes desenvolvida pelo Space Ensemble em diversas escolas de música.

“Esta oficina está a ser trabalhada em várias localidades, com o objetivo de despertar os jovens para as potencialidades da música experimental e improvisada, bem como criar uma relação de proximidade com a comunidade dos locais onde decorre o festival”, explica a organização.

Em Caminha, a oficina decorreu na semana passada, com a Academia de Música Fernandes Fão de Vila Praia de Âncora, no âmbito da componente de Serviço Educativo do Space Festival.

Além dos participantes de Caminha, este espetáculo conta também com a participação de alunos do Ensemble de Clarinetes de Goián (Tomiño, Espanha) e da Escola do Rock de Paredes de Coura, onde a mesma oficina foi dinamizada.

Ainda no sábado, “a programação passa para o Valadares Teatro Municipal de Caminha, com um solo do multi-instrumentista Jorge Queijo, que lançou dez discos em 2020, sete dos quais foram lançados em sete horas”.

Será também apresentado o “filme-concerto ‘As Aventuras do Príncipe Achmed’, que integrou recentemente a programação do Film-Fest em Setúbal e do Festival Jazz ao Centro em Coimbra, onde o filme com o mesmo nome de Lotte Reiniger de 1926, considerado historicamente a primeira longa-metragem de animação, ganha uma nova vida”.

O festival termina no domingo, também no Teatro Valadares, “com o solo de Samuel Martins Coelho, artista multidisciplinar que lançou recentemente ‘Cura’, o seu segundo álbum a solo, pela Lovers & Lollypops, seguido do espetáculo multidisciplinar ‘Pequeno Mundo’, que cruza diversas áreas artísticas, como vídeo, representação, dança e a música, com estímulos científicos em parceria com uma investigadora da área da biologia”.

O Space Festival é organizado pela Associação Cultural Rock‘n’Cave e surgiu em 1999, em Coimbra.