Altominho.tv

Martinho Vides concorre pelo CDS-PP à Câmara de Monção

O perito avaliador Martinho Vides estreia-se na política como candidato do CDS-PP à presidência da Câmara de Monção por sentir que “há muita vontade de mudança”, naquele concelho.

Engenheiro geotécnico, com 40 anos, natural do Porto e residente em Matosinhos, Martinho Vides “não faz prognósticos” quanto aos resultados do dia 26, por considerar que a “última palavra” nas eleições autárquicas “cabe aos monçanenses”.

“O CDS é um partido muito enraizado, representa muita gente em Monção. O que verifico é a vontade das pessoas em mudar e esse resultado vai apenas depender dos monçanenses, não vai depender de qualquer prognóstico que eu ou qualquer outra candidatura faça”, reforçou.

Martinho Vides garantiu que a candidatura que lidera “tem sido muito bem recebida nas ruas, com muita simpatia e todo o calor característico de Monção”, por estar “alicerçada num espírito de missão pelas gentes da terra e pelo próprio município”.

“Queremos devolver a palavra aos monçanenses e fazer de Monção um município mais próspero”, destaca.

Segundo os dados preliminares do Censos 2021, Monção foi um dos 10 concelhos do distrito de Viana do Castelo que registou uma maior diminuição populacional, -7,29%, na última década.

De acordo com dados da plataforma Eyedata, consultados pela agência Lusa, em 2020 residiam no concelho 17.798 pessoas, 29,27% com mais de 65 anos.

Martinho Vides aponta como “bandeiras” da candidatura do CDS-PP à Câmara de Monção “as acessibilidades, a economia e a inovação, passando muito pela economia verde e modernização da indústria, as infraestruturas e os equipamentos municipais, cuidados de saúde e o apoio social”.

“O turismo é também essencial para o desenvolvimento da região, no entanto, não entendo o turismo como um motor da economia. O motor da economia deverá estar na indústria e nas empresas monçanenses. O turismo será um forte complemento”, especificou.

Nas eleições autárquicas de 2017, o PSD, liderado por António Barbosa, conquistou a presidência da câmara, na qual o PS esteve no poder durante 20 anos. A lista do social-democrata venceu com 47,01% dos votos, garantindo quatro mandatos. O PS, que então recandidatou Augusto Domingues, atingiu 43% e ficou com três vereadores no executivo.
Em 2013, Barbosa ficou a três votos de conquistar o município aos socialistas.

Nas eleições do dia 26, além de Martinho Vides, concorrem António Barbosa, pelo PSD, Filipe Quintas Ferreira, pelo PS, Amélia Barbeitos, pela CDU e, Artur Dias Trindade, pelo Chega.

Small ads

Highlight option

Turn on the "highlight" option for any widget, to get an alternative styling like this. You can change the colors for highlighted widgets in the theme options. See more examples below.

Flickr

  • la muchacha du Louvre
  • happy hour
  • le senior des Panoramas
  • a touch of Africa
  • abysmal tale
  • la boulangerie
  • la  boulangère
  • Machiko
  • rue des Barres